sexta-feira, 30 de março de 2012

Planaltino (BA) divulga Mobilização Social pela Educação em “Domingo de Festa”

Alunos, familiares e educadores participaram do evento
A comunidade do município baiano de Planaltino participou, no dia 18 de março, da primeira edição do programa “Domingo de Festa: Craques Itinerantes”, promovida pela Prefeitura Municipal em conjunto com educadores do Projeto Craques da Cidadania. Realizada no Distrito de Ibitiguira, a atividade teve como um de seus principais objetivos incentivar a aproximação entre familiares de alunos e educadores.

A organização do “Domingo de Festa” contou com o apoio de voluntários da Fanfarra Estudantil Planaltinense (FANEP), de diretores e coordenadores pedagógicos e de técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social que atuaram como monitores nas atividades desenvolvidas no evento. O “Domingo de Festa” é um desdobramento das ações do projeto Caravana do Lazer da Superintendência de Desportos do Governo do Estado da Bahia (SUDESB).

Uma das atividades mais procuradas foi a Oficina de Pintura
Entre as atividades, o evento contou com oficinas de dança, capoeira, pintura e percussão, além de apresentações de karatê e música. Com o intuito de estimular a participação dos avós dos alunos e da população da terceira idade, a programação incluiu também oficinas direcionadas aos idosos.

A próxima edição do “Domingo de Festa: Craques Itinerantes” está agendada para 22 de abril, no Distrito de Nova Itaípe.


Leia mais sobre a ação no blog Educa Planaltino.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Apucarana (PR) instala Comitê de Mobilização Social pela Educação

O município paranaense de Apucarana conta com importante reforço para as ações de incentivo à interação família-escola: foi definida, no início deste mês, a composição do Comitê de Mobilização Social pela Educação que vai atuar na cidade. O grupo de mobilizadores começou a ser organizado durante a Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação, realizada no município em fevereiro. 

Para garantir o envolvimento de diversos setores da sociedade, o Comitê é composto por representantes de órgãos governamentais e lideranças comunitárias. Entre os participantes, estão funcionários da Autarquia Municipal de Educação, do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Infantil de Apucarana e do Núcleo Regional de Educação (NRE), além de membros do Conselho Tutelar e da Associação de Pais e Mestres e Funcionários (APMF) e presidentes de bairro.

A mobilizadora Sueli Gomes, que enviou as informações sobre o Comitê para publicação, destaca que o grupo deve crescer e conquistar mais parcerias ao decorrer das atividades que pretende desenvolver neste ano.

Confira abaixo a composição completa do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Apucarana (PR):

quarta-feira, 28 de março de 2012

Interação família-escola-comunidade é fortalecida em Trombudo Central (SC)

Escola de Pais no CEI Charlote Schindler
Com o intuito de incentivar a participação das famílias na vida escolar dos alunos, unidades de ensino do município catarinense de Trombudo Central iniciaram, neste mês de março, o programa Mobilização Social pela Educação – Escola de Pais. Por meio de encontros com as famílias e de avaliações institucionais baseadas em indicadores da Educação Infantil, os mobilizadores locais pretendem elaborar plano de metas e mensurar o conhecimento de pais e educadores a respeito das escolas.

“Em Trombudo Central já existem muitas práticas acontecendo nos Centros Educacionais (CEs) e nos Centros de Educação Infantil (CEIs). Esta proposta surge no sentido de sistematizar e organizar ações coletivas e estruturadas de participação e ação, que, contudo, respeitem a diversidade e o contexto de cada unidade e comunidade educacional, mas que visem a ampliação das ações realizadas e a parceria num grande projeto educacional”, destaca a justificativa do programa.

Familiares de alunos do CEI Cinderela
Entre as escolas que já receberam as atividades do programa, durante esta semana, familiares de alunos e a comunidade escolar do Centro de Educação Infantil Cinderela se reuniram para debater formas de melhorar, em conjunto, o aproveitamento do ensino oferecido na unidade.

Atividade semelhante foi desenvolvida na CEI Arthur Kroencke, que, além de realizar a avaliação institucional, aproveitou a presença da comunidade para divulgar o estatuto social da escola. Aprovado no mesmo dia de realização da escola de pais na unidade de ensino – 13 de março –, o estatuto vai colaborar, juntamente com a avaliação da escola, para a construção do plano de metas da unidade de ensino. O encontro também marcou a eleição e a posse da diretoria.

Pais e educadores se reuniram no CEI Arthur Kroencke
A primeira escola a receber as ações do programa, no início do mês de março, foi o CEI Charlote Schindler, que mobilizou a comunidade para discutir a avaliação da escola com base em indicadores, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), apresentados pela instituição de ensino.

Além dos encontros com as famílias e dos debates sobre o desempenho das escolas nos indicadores da Educação Infantil, as unidades de ensino programam, até o fim do ano letivo de 2012, uma série de mostras de trabalhos sobre os temas diversidade e leitura, bem como dias da família na escola e confraternizações envolvendo a comunidade.

Acesse aqui o conteúdo completo e a agenda do Programa Mobilização Social pela Educação – Escola de Pais, promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Trombudo Central (SC). 

Leia mais sobre as ações nas escolas de Trombudo Central no blog da Secretaria Municipal de Educação: http://educatc.blogspot.com.br/

Com informações de Cátia Regina Marangoni Geremias, mobilizadora em Trombudo Central (SC). 

terça-feira, 27 de março de 2012

Escola de Teresina (PI) mobiliza famílias pela melhoria da qualidade da educação

Interação família-escola é tema de debate
na EM Cel Pedro Borges
Para marcar o início do ano letivo de 2012, a Escola Municipal Coronel Pedro Borges, localizada na zona rural de Teresina (PI), promoveu atividade com o intuito de aproximar familiares, educadores e comunidade. A ação contou com o apoio de mobilizadores sociais pela Educação que atuam na cidade, convidados pela diretora da escola, Conceição Araújo.

Durante o encontro, mobilizadores e profissionais da Educação debateram com os familiares de alunos formas de atuarem em conjunto para contribuir para a melhoria do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Na oportunidade, foram traçadas, ainda, metas a serem alcançadas por meio da parceria entre escola, família e comunidade. 

Para subsidiar a discussão, o mobilizador e membro da Coordenação de Projetos Especiais da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) de Teresina, Wilian Batista, apresentou a mensagem da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e distribuiu exemplares da publicação aos participantes. Wilian também destacou o papel da família e da comunidade no apoio à trajetória educacional de crianças e jovens.

Participantes receberam exemplares da cartilha
Acompanhem a vida escolar dos seus filhos
“O interesse pela educação dos filhos é essencial para que as crianças sintam-se estimuladas. É bom que o estudo em casa seja uma extensão da escola, com hábitos de leitura, organização do material e boa alimentação. A escola precisa da família para uma educação de qualidade, os pais são tão importantes quanto os professores e diretores”, ressaltou o mobilizador em sua exposição.

Após a reunião com os pais, a diretora da EM Cel. Pedro Borges, Conceição Araújo, afirma estar mais segura a respeito do comprometimento dos pais. Para Conceição, a participação da família na escola é fundamental. “A escola é boa, os professores são capacitados, mas educar não é fácil, precisamos que todos os responsáveis estejam juntos nesse processo”, ponderou a gestora.

Como resultado do sucesso do encontro, a direção da escola programa novas reuniões com os pais, a serem promovidas bimestralmente.

Com informações de Wilian Batista, mobilizador em Teresina (PI).

segunda-feira, 26 de março de 2012

Ministério Público da Bahia e Conselho do Fundeb apóiam Mobilização pela Educação em Ilhéus

Com o objetivo de planejar ações em conjunto, representantes do Comitê de Mobilização de Ilhéus (BA), membros do Conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e integrantes do Ministério Público (MP) da Bahia participaram, no dia 16 de março, de reunião do Programa O MP e os Objetivos do Milênio. No encontro, realizado na 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, foram definidas diversas atividades do Programa para 2012, incluindo parceria na organização do II Seminário de Mobilização Social pela Educação no município baiano.

Entre as ações definidas, além de preparar o II Seminário de Mobilização – agendado para dia 10 de agosto em comemoração ao Dia Municipal de Mobilização Social pela Educação celebrado no dia 11 na cidade –, os mobilizadores irão visitar, juntamente com outros membros do Programa do MP, o Colégio Estadual de Ilhéus e a Escola Estado do Ceará, localizados no bairro Malhado, bem como a Escola Estadual Fábio Araripe, no bairro Teotônio Vilela. Serão revisitados, por sua vez, o Colégio Estadual Eduardo Catalão e a Escola Indígena Tupinambás de Olivença.

Durante a reunião, os integrantes do Programa O MP e os Objetivos do Milênio propuseram, ainda, a criação de um grupo de gestores da rede municipal e estadual – inclusive da educação infantil – para participar das ações do projeto desde a fase do planejamento.

Leia mais sobre a reunião do Programa no blog do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Ilhéus. 

Saiba mais sobre o I Seminário de Mobilização Social pela Educação realizado em Ilhéus em 2011. 

Mobilizadores da Votorantim debatem importância do engajamento social pela melhoria da educação

Motivar as pessoas a tomarem parte em ações e se responsabilizarem pela melhoria da qualidade da educação. Essa é uma das funções dos mobilizadores do Parceira Votorantim pela Educação – PVE, que estiveram reunidos em uma oficina, na última quarta-feira (14/03), em São Paulo (SP), para discutir a importância do engajamento social. O evento foi direcionado aos mobilizadores que não conseguiram participar do primeiro encontro, realizado nos dias 13 e 14 de fevereiro.

Quando questionados sobre o que é mobilização, os participantes não titubearam: “trata-se de criar no outro a vontade de melhorar a educação”, disseram. Para a mobilizadora de Niquelândia (GO), Diana Mendes, a motivação para atuar em prol da educação surge quando a pessoa sente que faz parte de um todo. “Muitas vezes, as pessoas não se sentem responsáveis pela educação e acham que não precisam se comprometer com qualquer melhoria”, avaliou.  Segundo a coordenadora pedagógica da Comunidade Educativa – CEDAC, Maura Barbosa, “é preciso se sentir motivado para tomar parte na causa”.

Durante a oficina, os mobilizadores também debateram sobre a importância do apoio do consultor para a realização das metas do PVE. “O consultor vai legitimar as ações no município. Para a construção do projeto, o contato entre consultor e mobilizador deve ser constante”, aconselhou Maura Barbosa.

Próximos passos


Após a realização das oficinas, os mobilizadores iniciam o primeiro ciclo do PVE, cujo norte é o planejamento. Nessa etapa, os objetivos são: incentivar a família a acompanhar a vida escolar de seus filhos; apoiar os gestor público na elaboração do Plano Municipal de Educação – PME; e ajudar o gestor escolar a organizar o Plano de Desenvolvimento da Escola – PDE.

sexta-feira, 23 de março de 2012

BA: mobilização é divulgada por videoconferência no Mutirão Social do Pacto pela Vida em Salvador

O Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) e a importância da interação família-escola-comunidade para a melhoria do aprendizado e da qualidade da educação têm sido divulgados a lideranças sociais e demais participantes e colaboradores do Mutirão Social Pacto pela Vida, evento itinerante realizado aos finais de semana na capital baiana, Salvador. Neste mês de março, os temas foram pautas de duas videoconferências que fizeram parte da programação do Mutirão.

Articuladas pela mobilizadora social pela educação e professora na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Valnice Paiva, as conferências foram direcionadas, no dia 10 de março, a representantes da comunidade da Escola Municipal Fazenda Coutos e, no dia 03, a lideranças e moradores da região Nordeste de Amaralina. 

Fazenda Coutos

As exposições da videoconferência sobre o PMSE transmitida na Escola Municipal Fazenda Coutos foram conduzidas pela representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Pindamonhangaba (SP), Doris Cardoso Prudente Bertolino. “Procurei informar a minha condição de voluntária da Mobilização e ajudá-los nas suas ansiedades, baseada em minhas experiências sociais. Também procurei informar sobre a importância de se ter um Comitê de Mobilização Social pela Educação que possa coordenar as atividades locais de incentivo à interação família-escola-comunidade e, do mesmo modo, sobre a importância da leitura e distribuição da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos às famílias dos estudantes", relata Doris Bertolino.

A videoconferência foi acompanhada por representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente de Salvador (SEDHAM), de associações de bairro e outras organizações, além de educadores, pais e mães de alunos que também tiveram oportunidade de discutir os problemas, como a falta de segurança e de acessibilidade nas escolas, que têm comprometido a qualidade da educação pública oferecida na região da Escola Municipal Fazenda Coutos.

Para colaborar com a busca de soluções para essas demandas e, consequentemente, com a melhoria da qualidade do ensino na região, Doris Bertolino orientou os mobilizadores presentes à conferência a tomarem conhecimento sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) das escolas locais e sobre a mensagem da cartilha da Mobilização.

Região Nordeste de Amaralina

A primeira videoconferência do mês de março sobre o PMSE em Salvador foi promovida no dia 03, ao longo da programação do Mutirão direcionado à comunidade da Região Nordeste de Amaralina. Nessa atividade, as exposições foram conduzidas pela consultora Maisa Cardoso.

A videoconferência foi acompanhada por representantes da Secretaria Municipal de Educação de Salvador, pais e mães de alunos, lideranças sociais e educadores que receberam orientações sobre como formar um Comitê de Mobilização Social pela Educação que deverá estimular a participação da sociedade e das famílias nas ações em prol da melhoria da qualidade da educação pública local.

Mobilização Social pela Educação é tema de encontro de educadores em São José de Mipibu (RN)

A Escola Estadual Hilton Gurgel de Castro (CAIC), localizada no município de São José de Mipibu, Rio Grande do Norte, realiza hoje (23), a partir das 8h, Encontro de Mobilização Social pela Educação. A ação conta com palestra conduzida pela integrante do Comitê de Natal, Ione Campos de Freitas, que apresenta aos participantes as orientações do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) e a cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos.

Por meio da sensibilização da comunidade sobre a importância do envolvimento de todos para a melhoria da qualidade da Educação, o encontro pretende incentivar a criação do Comitê de Mobilização de São José de Mipibu.  O grupo de mobilizadores terá como objetivo realizar atividades que aproximem educadores e familiares, bem como promover o enfrentamento às violências, a prevenção às drogas e a socialização de ações e projetos desenvolvidos pelo Núcleo de Educação para a Paz e Direitos Humanos da Secretaria Estadual de Educação (NEPEDH).

Além de profissionais de Educação que atuam no CAIC e de representantes do Comitê de Natal, participam do encontro a Secretária Estadual de Educação, Betânia Ramalho; o presidente da União dos Escoteiros do Brasil e responsável pelo projeto Escotismo nas Escolas, Dr. Carlos Pinto; o Presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes  (CONEM), Dr. Magnus Augusto Praxedes Barreto e a Coordenadora do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), Tenente-Coronel Margarida Brandão.

Com informações de Ione Campos de Freitas, mobilizadora em Natal (RN) e do site da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC).

quinta-feira, 22 de março de 2012

Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos é apresentada em escolas de Cuiabá (MT)

Representantes do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB) em Cuiabá vêm se empenhando para divulgar a mensagem da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos nas escolas públicas da capital matogrossense. Conduzidas pela professora e mobilizadora Marilza Lopes, as apresentações sobre o material tem alcançado diversas escolas da cidade e contam com o apoio das equipes gestoras das unidades de ensino.

Apresentação da Cartilha na EMEB Marechal Cândido Mariano
da Silva, em Cuiabá
Na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, cerca de 300 pais de alunos estiveram reunidos, no dia 29 de fevereiro, para discutir com os educadores formas de melhorar a participação dos familiares no cotidiano escolar. As orientações da cartilha foram o tema do encontro, que abriu também espaço para questionamentos e esclarecimentos sobre seu conteúdo.

Além da EMEB Marechal Cândido Mariano da Silva, as escolas municipais de Educação Básica Maria Eunice Duarte de Barros, Tancredo de Almeida Neves, Alzira Valadares, Rita Caldas, entre outras, também realizaram atividades com o intuito de estimular a interação família-escola-comunidade por meio da exposição da Cartilha.

Mobilizadores distribuíram exemplares da Cartilha
O trabalho de conscientização a respeito da importância da participação dos pais na trajetória escolar dos filhos tem alcançado, ainda, as comunidades eclesiais de base de Cuiabá. “Esse acompanhamento da vida escolar é muito necessário, pois é uma forma de cuidado com a aprendizagem das crianças”, enfatiza a professora Marilza Lopes em suas apresentações sobre a Mobilização às comunidades. 


Com informações de Marilza Lopes Schuina, mobilizadora em Cuiabá (MT)

SP: Escola de Presidente Prudente incentiva participação das famílias no processo de formação dos alunos

Reunião com as famílias na EM Ettore Marangoni
A direção, os professores e funcionários administrativos da Escola Municipal Ettore Marangoni, em Presidente Prudente, São Paulo, receberam os pais dos alunos da unidade, no início deste mês de março, para dialogar sobre a importância da colaboração da família no processo de aprendizagem dos filhos. A reunião foi realizada no dia 06 e contou com a participação da secretária municipal de Educação, Ondina Barbosa Gerbasi.

Alunos da EM Ettore Marangoni
Durante o encontro, a secretária de Educação e a equipe de profissionais da escola reforçaram aos pais e às mães os reflexos positivos que a atenção direcionada à rotina de estudos dos filhos pode oferecer ao aproveitamento do ensino. Ofereceram orientações, ainda, sobre como a família pode desenvolver e participar de atividades que resultem na melhoria da qualidade da educação pública.
A pauta da reunião com as famílias também contou com abordagens sobre o processo educacional e as normas de funcionamento das atividades na escola, com destaque para a importância da garantia da assiduidade e pontualidade, por parte dos alunos.

Com informações de Solange Ferreira, membro do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Presidente Prudente.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Comitê de Bauru intensifica mobilização da comunidade pela melhoria da Educação

Neste mês de março, os mobilizadores sociais pela Educação de Bauru, São Paulo, estão reforçando as atividades de incentivo à interação família-escola-comunidade no município. Com o intuito de dar continuidade às ações de Mobilização, os integrantes do Comitê local vêm discutindo estratégias e definindo ações a serem implementadas em 2012.

Após reunião do Comitê, realizada no dia 8 de março, os mobilizadores visitaram escolas da rede pública e agendaram encontros com familiares de alunos e educadores ainda durante o período de volta às aulas. “Estamos com quatro escolas interessadas com bom número de alunos”, relatou a mobilizadora Rosimeire de Freitas Roveda.  

Outra ação definida durante o encontro do grupo de mobilizadores foi a participação na Pré-Conferência do Plano Municipal de Educação de Bauru, promovida em 9 de março. Na oportunidade, os membros do Comitê divulgaram a Mobilização Social pela Educação por meio de banner e buscaram o apoio dos conselhos escolares, propondo a inserção do tema interação família-escola na criação e reestruturação desses grupos.

Com informações de Rosimeire de Freitas Roveda, mobilizadora em Bauru (SP).

terça-feira, 20 de março de 2012

Mutirão de matrículas alcança jovens, adultos e idosos em Planaltino (BA)

Jovens, adultos e idosos do Povoado da Angélica e do Assentamento São Diogo, distritos do município baiano de Planaltino, foram visitados, nesses meses de fevereiro e março de 2012, por mobilizadores sociais pela educação que promoveram o Mutirão de Matrículas na região. Orientada pela Secretaria Municipal de Educação de Planaltino (SEMEC), a ação foi realizada pela equipe de educadores do Colégio Municipal Nossa Senhora das Graças.

Segundo a diretora do Colégio Municipal Nossa Senhora das Graças, Manoela Caliz, a equipe da escola aderiu à Mobilização Social pela Educação promovida pela SEMEC/Planaltino e vem desenvolvendo iniciativas para envolver toda a sociedade em ações que visem à garantia do direito de aprender. “Especificamente, nossa escola tinha como objetivo realizar as matrículas destinadas aos jovens, adultos e idosos”, afirma.

Manoela Caliz ainda explica que a equipe de educadores também envolveu em suas visitas realizadas em períodos noturnos, além desse público, todos aqueles que ainda não estavam matriculados. “Esses momentos foram bastante significativos, já que, conhecendo um pouco da vida desses educandos, tivemos condições de relacionar melhor a sua realidade com o planejamento pedagógico que será trabalhado em sala de aula”, pontua.

Mutirão de Matrículas 2012

O Mutirão de Matrículas 2012 – Planaltino Mobilizado pela Educação – é uma ação incentivada pela SEMEC/Planaltino que teve início no dia 18 de janeiro de 2012. O trabalho envolve, além de representantes da secretaria, conselheiros tutelares, diretores, professores e coordenadores pedagógicos de todas as escolas públicas do município.

Durante as visitas, os monitores discutem com as famílias o conteúdo de folder com dicas retiradas da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos. Após a conversa com os familiares, o folder é afixado em local estratégico da casa. Além de incentivar as matrículas de crianças e adolescentes, a ação também visa conquistar novos alunos para a modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para atuarem junto às famílias, foram formados quatro grupos com, aproximadamente, 16 monitores cada, liderados por professores da rede municipal. Os mais de 60 agentes participaram, em janeiro, de capacitação promovida pela Secretaria de Educação para oferecer orientações sobre como abordar as famílias e preencher corretamente as fichas de matrícula, além de tomarem conhecimento a respeito das atribuições de monitores e coordenadores.

Acesse aqui mais informações sobre o Mutirão de Matrículas em Planaltino

Mobilizadores de Tabira (PE) conscientizam comunidade sobre importância da interação família-escola

Membros da Pastoral Familiar
são apresentados à Cartilha
Os mobilizadores sociais pela Educação que atuam no município pernambucano de Tabira têm buscado sensibilizar a comunidade sobre a importância da participação dos pais no cotidiano escolar dos alunos. Durante o mês de março, os mobilizadores conquistaram parceiros para a divulgação da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e intensificaram o trabalho de conscientização iniciado no período de volta às aulas.

Mobilizadores participam de programa na
Rádio Comunitária Tabira FM
Entre as novas parcerias, a Mobilização Social pela Educação em Tabira foi reforçada pela adesão da Pastoral Familiar, que se comprometeu a levar a mensagem da Cartilha às famílias atendidas pela instituição. A Rádio Comunitária Tabira FM, por sua vez, recebeu os mobilizadores e conselheiros tutelares Aílson Alves de Sousa, Maria do Socorro Meneses e Rodrigo Ferreira Batista, no dia 12 de março, e apresentou trechos da Cartilha da Mobilização em forma de vinheta durante o programa do conselho tutelar.

Alunos de enfermagem da EFLP
conhecem a Mobilização
Ainda no dia 12 de março, os três mobilizadores expuseram as orientações da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos aos alunos de Enfermagem da Escola Padre Luís Floridi (EFLP). Na oportunidade, os alunos foram apresentados, também, ao Plano de Mobilização Social pela Educação e convidados a atuar como voluntários em suas comunidades.



Clique aqui para ouvir a vinheta com trechos da cartilha executada na Rádio Comunitária Tabira FM.

Com informações de Aílson Alves de Sousa, mobilizador em Tabira (PE).

segunda-feira, 19 de março de 2012

Itajaí (SC) divulga balanço de ações e composição de Comitê de Mobilização Social pela Educação

As ações de incentivo à interação família-escola-comunidade desenvolvidas desde 2009 no município catarinense de Itajaí vêm sendo reforçadas pela atuação do Comitê de Mobilização local, composto por educadores e representantes da Secretaria Municipal de Educação. Chamado pelos mobilizadores de Comitê Interação entre Família, Escola e Sociedade Organizada de Itajaí (CIFESO), o grupo tem como objetivo promover articulação com gestores escolares, associações de pais e professores, conselhos escolares, entre outros, para a melhoria da qualidade do ensino.

Entre as ações promovidas pelo Comitê para estimular a participação dos familiares no cotidiano de estudos dos filhos, no dia 28 de fevereiro, os mobilizadores apresentaram a cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos à comunidade do Centro de Educação Pedro Rizzi. Durante a atividade, que marcou a adesão do município à Campanha de Mobilização na volta às aulas, foram distribuídos cerca de 1.400 exemplares da publicação. 

Balanço das ações 2009 a 2011

A mobilizadora e integrante do CIFESO, Nádia Regina Machado, fez um balanço das ações realizadas em Itajaí com o intuito de aproximar familiares, educadores e comunidade. Entre encontros com instituições religiosas, representantes de veículos de comunicação locais e profissionais da educação, a estimativa da mobilizadora é que, apenas em 2009, mais de mil pessoas conheceram a Mobilização Social pela Educação na cidade catarinense.

Em 2010, os mobilizadores itajaienses participaram de eventos direcionados a Conselhos Escolares e buscaram fortalecer a Mobilização na cidade por meio de atividades de formação, apoiadas pela Secretaria Municipal de Educação, envolvendo conselheiros, educadores e lideranças comunitárias.  

A formação continuada integrada: Associação de Pais e Professores (APP)/Conselho Escolar/Educação em família, conduzida pela mobilizadora Nádia Regina, teve continuidade em 2011. Como resultado dos eventos de formação, em dezembro do ano passado, foi instalado o Comitê Interação entre Família, Escola e Sociedade Organizada de Itajaí (CIFESO).

Confira abaixo a composição do Comitê Interação entre Família, Escola e Sociedade Organizada de Itajaí (CIFESO):

A força da mobilização


“Há um tempo certo para cada coisa: Tempo para nascer, tempo para morrer; tempo para plantar, tempo para colher.”

Queridos mobilizadores e mobilizadoras,

Estou me despedindo da coordenação do Plano de Mobilização Social pela Educação que, na assessoria especial do Ministro da Educação Fernando Haddad e com o trabalho e dedicação de cada um de vocês, foi concebido, desenvolvido e implantado ao longo desses quatro últimos anos.

Muitas foram as conquistas, desde o momento em que se iniciaram as primeiras discussões, no final de 2007 sobre os fundamentos da mobilização, seus instrumentos, suas estratégias de implementação. A força tarefa formada para isso era composta por apenas 13 pessoas – Izabel e Luiz Antônio, representando a CNBB, Carmen e Luiz Alberto, representando o CONIC, Darli, Doris e Pastor Sebastião, representando o CLAI, Maria Lúcia e Kátia, representando o Todos pela Educação, Marilza e Jane, representando a UNESCO, Rafael e eu representando o MEC.

Lançado em maio de 2008 pelo Ministro Fernando Haddad, o PMSE acumulou expressivos resultados, que gostaria de compartilhar aqui:

• 4 mil lideranças locais e regionais mobilizando famílias, escola e comunidade em cerca de 1.500 municípios.
• 102 Oficinas de Formação, capacitando mais de 5.500 mobilizadores.
• Cerca de 140 Lançamentos e Apresentações sobre o PMSE.
• 2,65 milhões de cartilhas impressas e distribuídas pelo MEC.
• 5 milhões impressas e distribuídas por parceiros (empresas, ONG´s, conselhos), Secretarias de Educação e escolas.
• 63 Comitês de Mobilização
• Mais de 50 parcerias com instituições e entidades de diversos segmentos sociais
• Realização do I Seminário Internacional de Mobilização Social pela Educação – Interação família-escola-comunidade

Para além desses números, não dá para mensurar a experiência fartamente documentada no blog e no site da mobilização das ações desenvolvidas pelos mobilizadores em todo o país. São casos e mais casos de ações junto às famílias, nas escolas, nos espaços da comunidade.

Vivi, pessoalmente, intensa emoção ao participar de eventos e oficinas em dezenas de municípios em todas as regiões brasileiras. Pude ver de perto a paixão com que voluntários se entregaram à tarefa de promover a interação família-escola-comunidade. São imagens, sensações, alegrias que permanecerão em minha lembrança e me encherão sempre de orgulho por ter dado uma pequena contribuição para que isso acontecesse.

Há um tempo certo para cada coisa. E, ainda que divididos, em algum momento da vida temos que fazer escolhas, fechar ciclos, começar outros, encarar novos desafios. E de celebrar o que Gonzaguinha cantou tão bem – a beleza de ser um eterno aprendiz. Por essa razão, aceitei o convite da ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menucucci, para assumir a chefia de seu gabinete, cargo que passarei a ocupar  a partir de hoje, 19 de março.

Com muito orgulho, deixo aqui no MEC uma equipe competente, coesa, dedicada ao projeto e com plenas condições de levar adiante o compromisso com a mobilização. E que saberá continuar, contando com a dedicação de todos vocês e dos muitos que se juntarão à nossa rede, a tarefa de apoiar os esforços para garantir a cada um dos brasileiros o direito de aprender e de escolher sua trajetória educacional.

A todos, do fundo do meu coração, meu reconhecimento pelo apoio, pelo carinho, pela consideração com que sempre me trataram.

Muito obrigada

Linda





sexta-feira, 16 de março de 2012

Terceira edição da Olimpíada da Língua Portuguesa abre inscrições na segunda

As inscrições para a terceira edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro começam em 19 de março e vão até 25 de maio. O lançamento oficial será na próxima segunda-feira, 19, em São Paulo, na sede da Fundação Itaú Social, parceira do Ministério da Educação na promoção do concurso.

Durante a olimpíada, estudantes de escolas públicas da educação básica e seus professores de língua portuguesa vão trabalhar textos de quatro gêneros literários, todos sobre o tema O lugar onde vivo. Alunos do quinto e sexto ano do ensino fundamental vão desenvolver a poesia; sétimo e oitavo ano, textos no gênero memória; nono ano do ensino fundamental e primeira série do ensino médio, crônica; segunda e terceira séries do ensino médio, artigo de opinião.

As inscrições serão feitas na página eletrônica Comunidade Virtual, criada para a Olimpíada de Língua Portuguesa, e que estará disponível na internet na segunda-feira, 19. O processo tem duas etapas: a primeira é a adesão das secretarias de educação dos 26 estados e do Distrito Federal e dos 5.565 municípios. A segunda é a inscrição da escola. São objetivos da olimpíada estimular a leitura e o desenvolvimento da escrita entre estudantes da educação básica pública.

No país – Além do lançamento nacional da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro em 19 de março, em São Paulo, os organizadores programaram um calendário de lançamentos regionais entre 30 de março e 24 de abril. Dia 30 de março, em Goiânia; 3 de abril, Curitiba; 10 de abril, Belo Horizonte; 13, Fortaleza; 18, Salvador, e 24, Belém.

Dividida em etapas, a seleção de textos dos alunos começa na escola, depois acontece no município, no estado, na região e por último em âmbito nacional. A premiação – medalhas, obras literárias, microcomputadores, aparelhos de som portáteis, entre outros itens –, é para o aluno e o seu professor. No final do concurso, os promotores da olimpíada entregam prêmios a 20 estudantes e 20 professores, mas nas fases intermediárias também há prêmios para alunos, docentes e escolas.

Fonte: Portal MEC

quinta-feira, 15 de março de 2012

Interação família-escola será ampliada no Norte do Tocantins e Sul do Maranhão

Oficina de Formação de Mobilizadores em Barra do Ouro (TO)
Voluntários de 12 municípios das regiões Norte do Tocantins e Sul do Maranhão reforçam, neste mês de março, a Mobilização Social pela Educação, envolvendo autoridades, famílias de alunos e representantes da comunidade em ações direcionadas à melhoria da qualidade do ensino público em ambas as regiões. No Tocantins, representantes de Darcinópolis, Barra do Ouro, Palmeiras do Tocantins, Palmeirante, Itapiratins e Tupiratins formam, neste mês, seus Comitês de Mobilização Social pela Educação que vão coordenar o incentivo à Interação família-escola-comunidade na região.

A iniciativa foi incentivada durante as Oficinas de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação, eventos realizados em 13 e 14 de fevereiro, na região tocantinense do Bico do Papagaio, por meio de parceria entre o Ministério da Educação (MEC), o Gaia Social - organização não governamental que atua há mais de 22 anos na área Desenvolvimento Sustentável no Brasil – e o Consórcio Estreito Energia (CESTE).

Acompanhe algumas das atividades previstas no Plano de Ação elaborado durante as Oficinas pelos representantes de cada município:

Aguiarnópolis (TO)

Os mobilizadores de Aguiarnópolis vão formar Comitê de Mobilização, buscar parcerias para imprimir exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos, criar calendário de mobilizações e promover ações de divulgação sobre a Interação família-escola-comunidade.

Babaçulândia (TO)

Os mobilizadores de Babaçulândia vão convidar lideranças sociais para integrarem o Comitê de Mobilização. Programam, ainda, ações de divulgação sobre a Interação família-escola-comunidade e um evento para discutir a Mobilização Social pela Educação com a Comunidade.

Barra do Ouro (TO)

Os mobilizadores de Barra do Ouro vão promover reuniões bimestrais do Comitê de Mobilização para definir, entre outras ações, como cobrar do poder público melhorias nas estradas que dão acesso às escolas e a aquisição de mais veículos para o transporte escolar. Planejam, ainda, o “Dia D da Leitura” e o incentivo à Educação de Jovens e Adultos.

Carolina (MA)

Os voluntários de Carolina vão buscar apoio do Poder Legislativo às ações da Mobilização Social pela Educação. Programam, também, passeata e visitas às escolas para divulgar o tema à comunidade.

Darcinópolis (TO)

Os mobilizadores de Darcinópolis vão formar Comitê de Mobilização e promover eventos, como o “dia D nas escolas”, com a participação da comunidade, para sensibilizar famílias, lideranças e autoridades sobre a importância da participação dos pais na vida escolar dos filhos. Vão articular, ainda, a divulgar de frases da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos no contracheque dos servidores.

Estreito (MA)

Os Comitês de Mobilização, formados por escola, vão atuar em cada unidade de ensino.

Filadélfia (TO)


O Comitês de Mobilização vai buscar o apoio dos estudantes que representaram o município na Oficina de Formação de Mobilizadores.

Goiatins (TO)


Os mobilizadores de Goiatins vão incentivar a participação da comunidade no cotidiano escolar e cobrar, junto ao poder público, melhorias na alimentação escolar.

Itapiratins (TO)


Os mobilizadores de Itapiratins vão realizar o “Dia da Família na Escola” e encaminhar à Câmara Municipal a proposta de criação do Dia Municipal de Mobilização Social pela Educação.

Palmeirante (TO)

O Comitê de Mobilização de Palmeirante vai organizar uma conferência para divulgar a Mobilização Social pela Educação à comunidade. Programa, ainda, cobrar do poder público soluções para problemas enfrentadas pelos estudantes de área rurais, como más condições das estradas.

Palmeiras do Tocantins (TO)


Os mobilizadores de Palmeiras do Tocantins vão aproveitar o calendário de eventos da cidade para divulgar a Mobilização Social pela Educação à comunidade.

Tupiratins (TO)

Os mobilizadores de Tupiratins vão produzir um jornal para divulgar a Mobilização Social pela Educação no município.

Acesse aqui o Relatório completo sobre as Oficinas de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação realizadas na região do Bico do Papagaio e os Planos de Ação elaborados pelos participantes desses eventos para promover a Interação família-escola-comunidade na região.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Mensagem da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos alcança Conceição de Ipanema (MG)

Com o objetivo de conscientizar a comunidade sobre a importância da interação família-escola para a melhoria do aproveitamento do ensino, a Secretaria Municipal de Educação de Conceição de Ipanema, em Minas Gerais, tem divulgado nas escolas locais a mensagem da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos. A ação, que vem sendo desenvolvida desde fevereiro, já alcançou diversos povoados e unidades de ensino do município.

Apresentação da Cartilha no povoado Alto São Luís, em
Conceição de Ipanema (MG)
Entre as instituições que já receberam atividades de incentivo à interação entre familiares e educadores, no dia 9 de março, a Escola Municipal Vereador João Floriano de Assis, localizada no povoado Alto São Luís, reuniu cerca de 200 pais de alunos para apresentar as orientações da Cartilha. De acordo com o secretário municipal de Educação de Conceição de Ipanema, José Aristides da Silva Gamito, que conduziu as exposições sobre a publicação, a presença do grande número de pais foi resultado de duas semanas de divulgação da atividade em todas as igrejas e reuniões da comunidade.

Além de orientar os pais a participarem de maneira mais efetiva do cotidiano escolar dos alunos, as reuniões promovidas pela Secretaria de Educação nas unidades de ensino da rede pública da cidade têm como objetivo incentivar a criação de conselhos escolares.  Durante o encontro na EM Vereador João Floriano de Assis, os participantes se mostraram entusiasmados com a ideia. “Todos avaliaram a proposta de criação do Conselho Escolar como positiva”, relatou o secretário de Educação.

Ações semelhantes foram realizadas na Escola Municipal Professora Neuza Rodrigues, no dia 3 de março, e na Escola Municipal Presidente Vargas, localizada no povoado de São Barnabé, em 14 de fevereiro. Em ambas as ocasiões, o apoio de líderes comunitários na divulgação dos encontros também garantiu presença significativa dos familiares de alunos.

“A secretaria pretende atingir todo o município com a mensagem da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos em dois meses. Além dos educadores, muitos líderes das comunidades estão apoiando o trabalho”, afirmou o secretário José Aristides. 

Para as próximas semanas, estão programadas atividades de Mobilização no povoado São Geraldo. 

Com informações de José Aristides da Silva Gamito, secretário municipal de Educação e mobilizador em Conceição de Ipanema (MG).

Mobilizadores de Natal (RN) reforçam incentivo à interação família-escola em 2012

Membros do Comitê de Mobilização Social pela Educação da região metropolitana de Natal, no Rio Grande do Norte, reforçam a Campanha de Mobilização na volta às aulas nesses dois primeiros meses do ano letivo de 2012. Além das escolas públicas da capital e de empresas parceiras, as ações de estímulo à interação família-escola-comunidade têm alcançado pais e mães de alunos dos municípios de Vera Cruz, Parnamirim, Macaíba e São José de Mipibu.

Em todas as localidades, as famílias têm sido orientadas sobre a importância da atenção dispensada à vida escolar dos filhos e sobre os reflexos desse acompanhamento para a garantia do sucesso escolar.

A empresa Miranda Computação, parceira do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) em Natal, promoveu reunião com seus colaboradores, em fevereiro, para dialogar sobre o tema e para reforçar a importância da observação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da escola dos filhos, além do controle social sobre recursos públicos que garantem benefícios como merenda e livro didático. A reunião foi conduzida pela coordenadora da Mobilização Social pela Educação na empresa, Raylane Thayna.

Nas unidades de ensino, por sua vez, as atividades da campanha de volta às aulas têm sido divididas em grupos de voluntários que atuam por cidade e região. Em Vera Cruz, o incentivo à interação família-escola comunidade é organizado pela secretária municipal de Educação, Maria de Fátima Viegas Gomes. Em Parnamirim, as ações têm sido conduzidas pelo mobilizadores Jose Jair da Silva e Eliude Campos de Freitas. O trabalho nas escolas de Macaíba tem sido orientado pelo mobilizador Dalton Ivo Sousa de Medeiros.

Em Natal, a Mobilização é coordenada, na Escola Estadual Hegessipo Reis, por Elizabeth Maria Costa; no Centro Municipal de Educação Infantil Maria Ilka Soares da Silva, pelas voluntárias Ericelma Alves da Sousa e Marcilene Paulino da Silva; na Escola Estadual Passo da Pátria, por Ney Rocha de Freitas; na Escola Estadual Jorge Fernandes, por Raimunda Rita; e na Escola Estadual Stella Gonçalves, pelas mobilizadoras, Maristella Costa e Isabel Cristina Teixeira de Castro.

Técnicos do Núcleo de Educação Permanente (NEP) da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura SEEC, que integram o Comitê de Mobilização Social pela Educação de Natal, também promovem visitas à Escola Estadual Hilton Gurgel de Castro (CAIC), no município de São José de Mipibu, com o objetivo de dialogar com as famílias dos alunos.

Com informações de Ione Campos Freitas, representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação da região metropolitana de Natal.

terça-feira, 13 de março de 2012

RN: interação família-escola é incentivada por parceiro da região do Seridó

Mensagem de fevereiro
Os encartes promocionais dos meses de fevereiro e março da Rede Seridó de Supermercados, no Rio Grande do Norte, apresentam mensagens às famílias sobre a importância da aproximação e do diálogo com os profissionais das unidades de ensino para o sucesso escolar do aluno. Inspirada no conteúdo da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos, a comunicação é resultado da parceria acordada entre os mobilizadores sociais pela educação de Parelhas, Currais Novos e Caicó, municípios da região do Seridó, e os representantes da rede.

A primeira mensagem direcionada às famílias foi impressa no encarte promocional de volta às aulas e orientava pais e mães sobre como participar da rotina de estudos dos filhos. O segundo comunicado, distribuído no início do mês de março, ensinou como as famílias devem manifestar interesse pela trajetória de formação escolar das crianças e dos jovens sob sua responsabilidade.

A publicação tem tiragem de 70 mil exemplares e é produzida para distribuição de casa em casa, nas 16 cidades da região onde a rede possui unidades.

Segundo os mobilizadores Geraldo Soares Wanderley e Ana Etelvina Neta de Araújo, a parceria terá continuidade nos próximos meses, sempre com estratégias voltadas à divulgação da Mobilização Social pela Educação.

Confira o conteúdo da publicação do mês de fevereiro:

Pais e mães: sua participação na Escola de seu filho é muito importante.
Como participar da vida escolar do seu filho:
 
• visite a escola sempre que puder. Não espere ser convidado;
• procure conhecer o trabalho que é realizado com o seu filho;
• converse com os professores;
• pergunte aos professores como seus filhos estão nos estudos;
• peça orientação sobre como ajudar seu filho em casa;
• leia bilhetes e avisos e responda quando necessário;
• fiscalize a qualidade do ensino oferecido pela escola;
• compareça às reuniões.
Para a educação melhorar, todos devem participar.
 
Confira o conteúdo da publicação do mês de março:
 
Como os pais devem manifestar interesse pela educação dos filhos 
Mensagem de março

• o interesse dos pais pela educação dos filhos é muito importante. As crianças e os jovens gostam de saber que os pais sentem orgulho por eles estarem estudando.
• matriculem seus filhos na educação infantil. Quanto mais cedo eles começarem a estudar, mais sucesso terão em sua vida escolar.
• incentivem seus filhos a continuar estudando. Mostrem que, quanto mais eles estudarem, terão mais oportunidades profissionais e pessoais.
• conversem com seus filhos sobre a escola, a professora, os colegas, o que eles estão
aprendendo, do que mais gostam.
• ajudem seus filhos a cuidar do material escolar e do uniforme.
• cuidem da saúde de seus filhos e mantenham as vacinas em dia. Se vocês notarem algum problema, procurem o posto de saúde.

Com informações de Geraldo Wanderley e Ana Etelvina, mobilizadores sociais pela Educação na Região do Seridó

segunda-feira, 12 de março de 2012

Projeto Família que Protege aproxima pais e educadores em escolas de Almirante Tamandaré (PR)

As unidades de ensino da rede pública de Almirante Tamandaré (PR) vêm desenvolvendo, neste período de volta às aulas, ações do projeto “Família que Protege”, que tem como intuito aproximar os familiares de alunos dos profissionais da educação e do ambiente escolar. Nos dias 7 de março, 27 e 23 de fevereiro, as escolas municipais Vereador Vicente Kochany, Bortolo Lovato e Alexandre Perussi receberam, respectivamente, as atividades do projeto, que conta com exposições conduzidas pela doutora em pedagogia, Ângela Mendonça, que também assessora o Centro de Apoio às Promotorias da Criança e do Adolescente do Ministério Público do Paraná.

Escola Municipal Vereador Vicente Kochany

Cartaz elaborado por alunos da EM Vicente Kochany
para o Projeto Família que protege
Além de incentivar a interação família-escola, a atividade realizada na EM Vereador Vicente Kochany teve como objetivo prestar homenagens às mulheres da comunidade local, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Para tanto, alunos da instituição confeccionaram cartazes sobre ambos os temas, que foram afixados por toda a escola.

O evento contou com apoio do secretário municipal de Educação de Almirante Tamandaré, Romildo Brito, e com palestras ministradas pela pedagoga Ângela Mendonça e pela diretora da unidade de ensino, Atailza Geni Ciona Klaine. A atividade reuniu, ainda, representantes dos centros municipais de Educação Infantil (CMEI) Dona Ruth, Cacilda de Oliveira Nogueira e Joana de Angelis, bem como do Colégio Estadual Tancredo Neves e da Escola Isaac Newton.

Escola Municipal Bortolo Lovato

Palestra sobre interação família-escola
na EM Bortolo Lovato
Na EM Bortolo Lovato, a palestra da doutora em pedagogia, Ângela Mendonça, que abordou temas como o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), foi bem recebida pelos pais de alunos da instituição. A diretora da escola, Vera Von Kriger, compartilhou com o Blog da Mobilização o entusiasmo de uma mãe de aluno do 1º ano. “Gostei muito da palestra. Todos os pais e pessoas de nossa comunidade precisam ter acesso a essas informações e procurar ajudar a todos que trabalham na escola para que nossas crianças tenham uma educação cada vez melhor”, afirmou a mãe.

Também participaram do evento representantes do CMEI Octacília Betes Chimelli e do Colégio Estadual Professora Angela Sandri Teixeira.

Escola Municipal Alexandre Perussi

Debate sobre o papel da escola, família e comunidade
na EM Alexandre Perussi
Para debater sobre os direitos e deveres dos filhos, dos pais e das instituições de ensino, a EM Alexandre Perussi recebeu a comunidade escolar da EM Mirta Naves Prosdócimo e do Centro Municipal de Educação Infantil do Jardim Bonfim, além do secretário de Educação, de representantes do Setor Pedagógico Anos Iniciais e gestores escolares.

“Acreditamos no comprometimento e na responsabilidade dos pais. Prova disso foi o número de participantes. O Família que Protege veio para amparar os pais diante de situações muitas vezes alheias aos seus conhecimentos, bem como para propiciar um envolvimento maior com a instituição onde seu filho passa boa parte do tempo, deixando claro o que é de responsabilidade de cada um. Pais e Escola: essa parceria dá certo”, refletiu a diretora da Escola Municipal Alexandre Perussi, Elizabete Balland de Oliveira.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Presidente Prudente inicia ano letivo incentivando participação dos pais na vida escolar dos filhos

Banner exposto na EMEF João Franco de Godo
Como em toda a rede municipal de ensino de Presidente Prudente, em São Paulo, os profissionais da Escola Municipal João Franco de Godoy iniciaram o ano letivo de 2012 com uma série de atividades direcionadas a ampliar a participação das famílias na trajetória de estudos dos filhos. Para o início das aulas, a direção, os professores e demais funcionários da unidade preparam faixas de boas vindas, com frases sobre a importância da educação, e confeccionaram um banner que reproduz as páginas da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos.

Após exposição e diálogo com pais e mães sobre o conteúdo da cartilha, o banner foi afixado no pátio da escola. “Colocamos no pátio e pedimos aos pais para lerem. Reforçamos a importância do acompanhamento dos pais na vida escolar dos filhos, para o sucesso no processo de ensino e aprendizagem. A escola precisa da família, como a família da escola”, pondera a integrante do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Presidente Prudente, Solange Ferreira de Jesus.

Cada família foi recebida pelos profissionais da escola, que conversaram com os responsáveis pelos estudantes sobre os reflexos positivos da atenção dispensada em casa à educação filhos e sobre os resultados desse acompanhamento, ao longo do ano, para a garantia do aprendizado.

Palestra sobre a importancia da participação dos pais na vida escolar dos filhos
 Além das normas estabelecidas pela unidade para o bom andamento da rotina, como o cumprimento dos horários de entrada e saída dos alunos e o uso do uniforme, as famílias dos alunos da Escola Municipal João Franco de Godoy também receberam as seguintes orientações:

•    as famílias precisam acompanhar de maneira presente o desenvolvimento dos filhos, participar das reuniões e, sempre que possível, estar presente na instituição e
•    as famílias precisam criar vínculo com o educador e perceber que ele também precisa da colaboração da família para que o seu trabalho tenha resultados positivos.

Com informações de Solange Ferreira de Jesus, membro do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Presidente Prudente.