quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Mobilização Social pela Educação alcança Alagoinhas e Itanagra (BA)

O Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) e o incentivo à interação família-escola-comunidade serão temas de atividades realizadas de 31 de outubro a 2 de novembro nas cidades baianas de Alagoinhas e Itanagra. Organizadas por mobilizadores da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) em parceria com a empresa Copener Florestal, as ações contam com exposições conduzidas pelo mobilizador Sérgio Benedito Maia, representante da equipe do PMSE no Ministério da Educação.

Palestras

Nesta quinta-feira (31), familiares e funcionários da Copener Florestal participam, em Alagoinhas, de palestra de apresentação do Plano de Mobilização Social pela Educação e do Projeto Cidade Educadora, desenvolvido pela empresa em conjunto com a UNEB com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica. O evento terá a participação da professora e liderança da Mobilização na UNEB, Valnice Paiva.

Atividade semelhante será realizada na manhã do dia 1º de novembro, sexta-feira, na Vila de São José de Avena, em Itanagra. Na oportunidade, o PMSE e o Cidade Educadora serão apresentados a pais de alunos, educadores, empresários, membros do Conselho Tutelar, lideranças religiosas, representantes de ONGs, entre outros. 

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

No período da tarde do dia 1º, voluntários presentes nas palestras em ambos os municípios e outros interessados participam da Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação, que será concluída no sábado, dia 2 de novembro. Na pauta do evento de capacitação, a ser conduzido pelo representante do PMSE/MEC, Sérgio Maia, estão fundamentos, estratégias e estatísticas do Plano de Mobilização Social pela Educação, dados da educação brasileira, dicas para a atuação dos mobilizadores e exemplos de práticas bem-sucedidas de incentivo à interação família-escola em diversas localidades.

Como resultados da formação, pretende-se instalar Comitê de Mobilização para atuar na região de Itanagra e Alagoinhas, bem como elaborar Plano de Ação para nortear as atividades dos voluntários nos próximos meses.

Com informações de Valnice Paiva, mobilizadora social pela Educação junto à UNEB.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Profissionais da Educação participam de formação de mobilizadores em São Lourenço do Sul (RS)

Professores comunitários, supervisores escolares e educadores que atuam junto ao Programa Mais Educação estão entre os participantes da Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação realizada nesta terça e quarta-feira, 29 e 30 de outubro, na cidade gaúcha de São Lourenço do Sul (RS). O evento tem como objetivo fortalecer as ações de incentivo à interação família-escola promovidas pelos mobilizadores locais desde 2011.

Ao fim da formação – conduzida pela representante da equipe do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação (PMSE/MEC), Luiza Catarina de Souza Carvalhal – os participantes vão formular Plano de Ação a ser desenvolvido em São Lourenço do Sul com o intuito de estreitar o vínculo entre familiares de alunos, educadores e comunidade. O planejamento será elaborado com base nas informações recebidas durante a Oficina e levará em consideração a realidade socioeducacional do município.

Entre os tópicos abordados, durante a capacitação, os mobilizadores vão conhecer com mais profundidade as orientações do PMSE, bem como exemplos de sua implementação em diversas localidades. Fundamentos da interação família-escola, dados da educação no Brasil, dicas para a atuação de Comitês de Mobilização e sugestões de atividades também estão na pauta da Oficina.

Serviço

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em São Lourenço do Sul (RS)

Data: 29 e 30 de outubro de 2013
Local: Auditório da Escola Municipal de Ensino Fundamental Profa. Marina Vargas - Avenida Coronel Nonô Centeno, 933 – São Lourenço do Sul
Horário: 8h às 18h

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Pindamonhangaba (SP) mobiliza famílias, educadores e autoridades pela melhoria da educação

Membros do Comitê e autoridades locais divulgaram a
Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos durante
a 4ª Semana de Mobilização Social pela Educação em Pinda
Palestras sobre a importância da interação família-escola, homenagens a parceiros dos mobilizadores e passeata para divulgar a mensagem da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos estiveram entre as ações que marcaram 4ª Semana Municipal de Mobilização Social pela Educação em Pindamonhangaba (SP), realizada de 15 a 21 de setembro pelo Comitê local com o apoio da Secretaria Municipal de Educação. Celebrada na semana em que incide o dia 19 de setembro – aniversário do educador Paulo Freire – a data foi instituída oficialmente na cidade pela Lei nº 5.077 de 16 de julho de 2010.

Abertura da Semana

A 4ª Semana de Mobilização de Pindamonhangaba teve sua abertura celebrada na Assembleia de Deus Ministério Belém – parceira do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) desde 2008 – e em suas 52 igrejas congregadas. Conduzido pelo pastor Euclides Vaz Junior, que também é mobilizador social pela Educação, o culto que abriu as ações da Semana reforçou aos fiéis a importância da participação das famílias no cotidiano dos estudantes e destacou o trabalho da mobilizadora Doris Cardoso Prudente Bertolino junto à instituição religiosa e na comunidade de Pindamonhangaba.

Homenagem aos parceiros

Participantes da sessão solene na Câmara Municipal
em homenagem aos parceiros da Mobilização em Pinda
No dia 16, a Comissão de Educação da Câmara Municipal de Pindamonhangaba se uniu a integrantes do Comitê local para homenagear entidades parceiras dos mobilizadores que têm contribuído com as ações de incentivo à interação entre educadores e familiares, e, assim, auxiliado a melhorar a qualidade da Educação na cidade. Durante sessão solene na Câmara, presidida pelo vereador Osvaldo Macedo Negrão, foram homenageadas a escola da Rede Municipal de Ensino Fundamental e Infantil (Remefi) Professor Joaquim Pereira da Silva; a Escola Estadual Ryoiti Yassuda; a Igreja Católica – Decanato Cristo Rei, representada na sessão pelo Bispo da Diocese de Taubaté, Dom Carmo João Rhoden; a Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém; e a organização não governamental Parceiros do Amanhã.

Homenageados receberam diplomas de Honra ao Mérito
Por meio de vídeos, slides e apresentações, as instituições apontadas como destaque divulgaram aos presentes na sessão os trabalhos que vêm desenvolvendo em Pindamonhangaba. O empenho dos parceiros também foi ressaltado pelas exposições da presidente do Comitê de Mobilização da cidade, Simone Braça, e pelo presidente da Fundação Universitária Vida Cristã (FUNVIC) e da Federação Nacional das Associações, Centros e Clubes da Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (UNESCO) do Brasil, Luís Otávio Palhari.

Doação de Brinquedoteca ao Conselho Tutelar

Mobilizadora Doris Bertolino (centro) e conselheiros tutelares
na inauguração da Brinquedoteca
A inauguração de brinquedoteca doada pela Faculdade de Pindamonhangaba (FAPI) e pela FUNVIC ao Conselho Tutelar do município paulista marcou as ações do dia 18 de setembro.  “O Conselho Tutelar recebe constantemente pais e mães acompanhados de crianças e adolescentes que chegam em clima de grande tensão e expectativa, e a existência de uma brinquedoteca permitirá que a espera pelo atendimento ocorra de maneira agradável e educativa”, disse a mobilizadora Simone Braça.

Palestra sobre interação família-escola

Integrantes do Comitê, pais de alunos e comunidade
participaram da palestra na Universidade Anhanguera-Uniderp
Outro destaque da programação da 4ª Semana foi a palestra sobre o tema Família e Escola ministrada pela professora Maria Rosana Mary Martins, no dia 19 de setembro, no Polo de Pindamonhangaba da Universidade Anhanguera – UNIDERP. Na oportunidade, foi lembrado o aniversário do educador Paulo Freire e pais de alunos deram depoimentos sobre como a Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos tem auxiliado seu envolvimento com o cotidiano escolar.

A mobilizadora Doris Cardoso também aproveitou a ocasião para elogiar o envolvimento dos universitários da UNIDERP com a Mobilização Social pela Educação. “Fiquei muito feliz ao ver que a faculdade, através de seus professores, está oferecendo, aos alunos das cadeiras de Letras e Pedagogia, conteúdos com foco na corresponsabilidade da família na educação”, relatou.

Passeata de encerramento

Nas palavras da integrante do Comitê de Pindamonhangaba, Doris Cardoso, a passeata de encerramento da 4ª Semana Municipal de Mobilização Social pela Educação, promovida no dia 21 de setembro pelas ruas da cidade paulista, foi “momento importante e emocionante”. 

Passeata incentivou a participação da comunidade pela
melhoria da educação no município
“Todos os voluntários e voluntárias estavam animados para divulgar a importância da família na escola. Foi emocionante ouvir das pessoas pelas quais passei o reconhecimento da importância do papel da sociedade para a melhoria da educação pública. Também foi muito importante o envolvimento de pais do Núcleo Criançada Feliz da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém, juntamente com suas professoras. A alegria dos alunos das faculdades FAPI/FUNVIC e da Universidade Anhanguera – UNIDERP – Polo de Pindamonhangaba também foi contagiante, assim como a dos alunos de escolas de ensino fundamental que estiveram presentes”, narrou a mobilizadora. 

A presidente do Comitê de Mobilização de Pindamonhangaba, Simone Braça, agradeceu ainda o apoio da Prefeitura Municipal, da secretária de Educação, Elisabeth Cursino, da Secretaria Municipal de Saúde e demais autoridades e parceiros que colaboraram para a realização não só da passeata, mas de toda a Semana.

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

Profissionais da educação e parceiros do Comitê
participaram da Oficina
Como preparação para a Semana Municipal de Mobilização, Pindamonhangaba recebeu, nos dias 5 e 6 de setembro, a 2ª Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. A atividade teve como objetivo reforçar as orientações do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE), ampliar a atuação dos mobilizadores locais e conquistar novos voluntários.

As apresentações da Oficina foram conduzidas pelo representante do PMSE/MEC, Paulo Ronaldo dos Santos. Além das informações fornecidas pela capacitação – como dados da educação no Brasil, fundamentos da interação família-escola e sugestões e dicas para fortalecer trabalho do Comitê – o evento ofereceu espaço, ainda, para a exposição, por meio de banners e fotos, da história da Mobilização no município, que é um dos mais atuantes em todo o País.

A Oficina foi conduzida pelo representante do PMSE/MEC,
Paulo Ronaldo dos Santos
Entre os participantes, estiveram presentes na formação representantes dos principais parceiros do Comitê, bem como gestores e gestoras escolares, professores da rede pública e de universidades, pais de alunos e  lideranças comunitárias e religiosas.

Durante a atividade, foi realizado também o lançamento da Cartilha d]Eficiente – Conhecendo as diferenças para conviver em igualdade, editada pela FAPI/FUNVIC, com enfoque na educação inclusiva. “A cartilha é mais um importante instrumento de apoio e conhecimento tanto para os educadores quanto para os alunos e sociedade em geral, pela qual parabenizamos os organizadores”, disse a mobilizadora Doris.

Com informações de Doris Cardoso Prudente Bertolino e de Simone Braça, mobilizadoras sociais pela Educação em Pindamonhangaba (SP).

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Parceria Votorantim pela Educação: confira as redações vencedoras do 5º Concurso Tempos de Escola

O Blog Educação, mantido pelo projeto Parceria Votorantim pela Educação (PVE), disponibilizou, nesta quinta-feira (24), as redações dos alunos vencedores da 5ª edição do Concurso Tempos de Escola. A premiação contou com a participação de cerca de 4 mil inscritos, entre estudantes do ensino fundamental 1 e 2, do ensino médio e da Educação para Jovens e Adultos – EJA de todos os municípios apoiados pelo PVE.

Nesta edição, o Concurso teve como foco o fomento à leitura. Iniciativa do Instituto Votorantim, a premiação tem como parceiros o Ministério da Educação – MEC e o Canal Futura.

Clique aqui para conferir as redações vencedoras.


Incentivo à leitura mobiliza alunos e comunidade em Anita Garibaldi (RS)

Alunos divulgam a importância da leitura à
comunidade de Anita Garibaldi (foto: Blog Educação)
Além do Concurso Tempos de Escola, o estímulo à leitura também é tema do 3º ciclo do Projeto Votorantim pela Educação, o que inspirou a mobilizadora Cleonice Godoy a desenvolver projeto sobre o assunto em Anita Garibaldi, no Rio Grande do Sul. Chamado de "Amigos da Leitura", o projeto busca identificar espaços de leitura na cidade. 

"Como o município possui apenas uma biblioteca, tivemos que buscar outras opções, pois a maioria da população não frequenta o espaço. Então, decidimos levar a leitura até as pessoas e, assim, convidá-las para frequentarem a biblioteca”, contou.

Cleonice reuniu um grupo de alunos das escolas públicas da região que saiu pelas ruas do município contando histórias de porta em porta. “O grupo se reúne aos sábados e se instala em um ponto da cidade com panos coloridos e livros cedidos pela biblioteca municipal. Posteriormente, os alunos vão de casa em casa para fazer as leituras e chamar o morador para frequentar a biblioteca, incentivando-o a ler mais”, explicou.
 
Segundo a mobilizadora, o maior resultado da ação é a satisfação dos alunos em poder proporcionar momentos educativos através da leitura e da participação da comunidade. “As pessoas estão sempre agradecendo pela realização das ações e incentivando a continuidade do grupo. Acredito que é com pequenas iniciativas que a comunidade passa a  reconhecer a importância da leitura para o desenvolvimento do município”, relatou.

Leia mais sobre o projeto no Blog Educação.

Com informações do Blog Educação.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Nazaré (TO) recebe Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

Professora de Nazaré (TO) mostra
sua ficha de inscrição para a Oficina
O município tocantinense de Nazaré, localizado na região do Bico do Papagaio, promove, nos dias 24 e 25 de outubro, Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. A capacitação foi articulada junto à equipe do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação (PMSE/MEC) por iniciativa da integrante do Comitê de Nazaré, Lavina Pereira da Silva.

Durante o evento de formação, os participantes vão conhecer os fundamentos da interação família-escola e as orientações do Plano de Mobilização Social pela Educação, bem como exemplos de sua implementação em diversas localidades. Serão fornecidos, ainda, dados sobre os avanços e desafios da educação brasileira. As exposições da Oficina serão conduzidas pelo representante da equipe do PMSE/MEC, Paulo Ronaldo dos Santos.

Reforço às ações dos mobilizadores locais

Mobilizadores divulgaram o PMSE em povoados de Nazaré
Com as orientações a serem recebidas na formação, os mobilizadores de Nazaré pretendem reforçar e ampliar as atividades que já vem sendo promovidas pelo Comitê local com o intuito de aproximar familiares, educadores e comunidade. Nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, exemplos da atuação do grupo de mobilizadores  puderam ser verificados nos povoados de Santa Helena e Vila Robertino.


A Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos é o
principal instrumento de trabalho dos voluntários
Além de divulgar a mensagem da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos, as ações nos povoados de Nazaré tiveram como objetivo apresentar à comunidade o trabalho desenvolvido pelo Comitê de Mobilização, discutir a participação de representantes do município na Conferência Nacional da Educação – CONAE 2014 e inscrever voluntários para participar da Oficina de Formação de Mobilizadores. As atividades contaram com a presença de profissionais da Educação e da Saúde, lideranças sociais e comunitárias e de representantes do poder público local.

Serviço

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Nazaré (TO)
Data: 24 e 25 de outubro de 2013
Local: Câmara de Vereadores – rua 14 de novembro, s/nº, Nazaré (TO)
Horário: 8h às 18h

Com informações de Lavina Pereira da Silva, mobilizadora social pela Educação em Nazaré (TO).

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Assistentes sociais apoiam ações de incentivo à interação família-escola em Altônia (PR)

Pais de alunos beneficiários do Bolsa Família conheceram
as orientações da Cartilha
Assistentes sociais e outros profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Altônia, no Paraná, têm sido importantes parceiros dos mobilizadores sociais pela Educação do município e auxiliado a realização de atividades que incentivam o envolvimento dos pais no cotidiano escolar. Exemplo dessa parceria pôde ser conferido no dia 28 de agosto, durante evento direcionado a familiares de alunos beneficiários do Programa Bolsa Família, promovido na unidade local do CRAS.

Organizada pela mobilizadora Maria de Lourdes Freitas da Silva, que também é coordenadora das séries iniciais do Ensino Fundamental – 1º ao 5º ano – na Secretaria Municipal de Educação, a ação contou com palestra sobre a mensagem da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos, conduzida pela mobilizadora. “O objetivo dessa mobilização foi o de reforçar a necessidade da aproximação entre os pais e educadores, inserindo-os na vida escolar e valorizando a educação perante a família”, afirmou.

Para subsidiar o debate sobre o conteúdo da Cartilha, além de distribuir exemplares do material e bottons com os dizeres “Para a educação melhorar, todos devem participar”, a mobilizadora preparou slides para apresentar de maneira mais detalhada as orientações da publicação. “Os materiais possibilitam aos pais e familiares a aproximação com os educadores, propiciando a conscientização sobre a importância da interação família-escola e resultando na melhoria da educação”, destacou Maria de Lourdes. 

Importância da interação família-escola foi enfatizada
durante a ação
Os participantes foram esclarecidos, ainda, sobre as condicionalidades do Bolsa Família. A coordenadora do CRAS, Wanessa Buganga Pizzi, também forneceu aos presentes informações sobre o atendimento oferecido pelo Centro por meio de profissionais como assistentes sociais, pedagogos e psicólogos.

De acordo com a mobilizadora Maria de Lourdes Freitas, ações como essa já vêm apresentando impactos positivos na educação do município. “Os resultados estão muito visíveis: os pais participam das reuniões, os alunos não falam na escola e fazem as tarefas de casa”, apontou.

Com informações de Maria de Lourdes Freitas da Silva, mobilizadora social pela Educação em Altônia (PR).

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Mobilizadores de Pirenópolis (GO) reúnem-se para planejamento de ações

Mobilizador Sérgio Maia reforçou as orientações do PMSE
durante a reunião dos voluntários da Diocese de Anápolis
Mobilizadores sociais pela Educação e membros da Pastoral da Educação da Diocese de Anápolis (GO) estiveram reunidos, no campus da Universidade Estadual de Goiás (UEG) em Pirenópolis, para planejar ações de incentivo à interação família-escola a serem desenvolvidas na região. Realizada no dia 20 de setembro, a reunião contou com apresentação conduzida pelo mobilizador Sérgio Benedito Maia, liderança do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) no Rio de Janeiro que também atua junto à Pastoral da Educação.

Participantes do encontro de mobilizadores na UEG
Em sua exposição, Sérgio Maia reforçou metas e estratégias do PMSE, fornecendo sugestões ao trabalho dos voluntários da Diocese de Anápolis. Foram também apresentados dados da educação brasileira, os fundamentos da interação família-escola, bem como exemplos de práticas bem-sucedidas de mobilização da comunidade e das famílias pela melhoria da qualidade da Educação.

Além de planejar atividades para os próximos meses, os mobilizadores analisaram as ações já empreendidas e debateram maneiras de dar continuidade ao trabalho e de fortalecê-lo. “A reunião serviu para avaliar a caminhada do PMSE e programar ações concretas para caminhar junto com a Pastoral da Educação da Diocese de Anápolis. Foi um encontro com prenúncio de bons frutos”, avaliou Sérgio.

Com informações de Sérgio Benedito Maia, mobilizador no Rio de Janeiro e junto à Pastoral da Educação, e de Selma D'Abadia Oliveira, mobilizadora social pela Educação em Pirenópolis (GO).

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Projeto em defesa do meio ambiente aproxima escola e comunidade em Barbalha (CE)

Alunos da EMEF Sebastião Santiago da Paz e comunidade
local se envolveram nas ações da Conferência
Profissionais da Educação, estudantes, pais e mães de alunos, membros do conselho escolar e do grêmio estudantil, representantes da Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida na Escola – COM-VIDA, agentes de saúde e outros parceiros da comunidade local se uniram para realizar a IV Conferência Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Sebastião Santiago da Paz, localizada no município cearense de Barbalha. Desenvolvidas em agosto deste ano, as ações da Conferência foram organizadas pela professora Elisângela Silva e Sousa em conjunto com professores do 6º ao 9º ano e com o apoio do núcleo gestor.

Pais e mães de alunos participaram do planejamento da
IV Conferência Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente
Além de ressaltar a importância de mobilizar os pais e a comunidade por melhorias para a Educação, o envolvimento das famílias para promover a sustentabilidade ambiental também foi tema de debates durante a Conferência do Meio Ambiente, realizada de 21 a 23 de agosto. “Desde o planejamento para a realização da Conferência, a escola já mobilizou a comunidade e os pais de alunos, que discutiram a necessidade de trabalhar ações na escola que tivessem como foco a preservação do meio ambiente”, relatou a professora Elisângela Silva.

Lideranças comunitárias também marcaram presença
na Conferência pelo Meio Ambiente
Para discutir temas como preservação de recursos hídricos, desflorestamento, mudanças climáticas, entre outros, foi realizada série de palestras durante o evento, conduzidas por representantes do Instituto Federal do Ceará e alunos membros da COM-VIDA. Como resultado da Conferência, os participantes elaboraram o Projeto “Nossa Vida Depende da Terra”, que prevê diversas atividades a serem desenvolvidas periodicamente na escola de Barbalha.

Participantes da IV Conferência Infanto-Juvenil pelo
Meio Ambiente na EMEF
Sebastião Santiago da Paz
“O Projeto tem como objetivo garantir a sustentabilidade da escola e levar os alunos e a comunidade a refletir sobre as agressões ao meio ambiente”, contou a professora Elisângela. Promover mudanças de hábitos alimentares nos alunos e comunidade local, motivar reflexões sobre os problemas sociais e ambientais, vinculando os saberes dos agricultores locais, para evitar o desperdício da água e dos alimentos também estão entre as metas apontadas pelo projeto da EMEF Sebastião Santiago da Paz.

Com informações da professora Elisângela Silva e Sousa, mobilizadora social pela Educação em Barbalha (CE).

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Secretaria Municipal de Educação e MEC formam mobilizadores em Cotegipe (BA)

O município de Cotegipe, localizado no Extremo-Oeste Baiano, recebe, nesta quinta e sexta-feira, 17 e 18 de outubro, Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. A capacitação é promovida pela Secretaria Municipal de Educação (SME) de Cotegipe em parceria com o Ministério da Educação (MEC).

Articulada junto à equipe do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE/MEC) pela secretária municipal de Educação, Luzimar Almeida de Oliveira, a formação de mobilizadores conta com exposições conduzidas pela representante do PMSE/MEC, Luiza Catarina de Souza Carvalhal. Além de voluntários cotegipanos, representantes de municípios vizinhos estão entre os cerca de 60 participantes esperados para o evento.

Entre os tópicos abordados durante a capacitação, os participantes vão receber informações sobre os avanços e desafios da educação brasileira e conhecer as metas e estratégias do Plano de Mobilização Social pela Educação, além de exemplos de sua implementação em diversas localidades. Com base nas orientações da Oficina, os participantes serão orientados a elaborar Plano de Ação com atividades de incentivo à interação família-escola de acordo com a realidade socioeducacional do município.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Comitê reforça Mobilização Social pela Educação na região de Santo Antônio (RN)

Participantes da Oficina de Formação de Mobilizadores
em Santo Antônio (RN)
Conquistar novas parcerias e fortalecer as ações de incentivo à interação família-escola-comunidade na região do Agreste Potiguar são algumas das metas do Comitê de Mobilização de Santo Antônio (RN), criado durante a Oficina de Formação de Mobilizadores promovida na cidade no dia 19 de setembro.  Entre os membros, o grupo de mobilizadores conta com a participação de educadores, representantes do Conselho Tutelar, da Pastoral da Criança e das secretarias municipais de Educação de Santo Antônio, Jundiá e Serra de São Bento.

Durante a Oficina que deu origem ao Comitê de Santo Antônio, os integrantes do grupo e demais voluntários receberam orientações para o trabalho como mobilizador e conheceram as estratégias e objetivos do Plano de Mobilização Social pela Educação do Ministério da Educação (PMSE/MEC). Foram apresentados, ainda, dados sobre a Educação no Brasil e na região e exemplos da implementação do PMSE em diversas localidades. Conduzida pela coordenadora do PMSE/MEC, Ivanete Oliveira dos Santos, a capacitação integrou a programação da Semana Estadual de Mobilização Social pela Educação do Rio Grande do Norte, que também contou com atividades na região do Seridó

Representantes de diversos municípios do Agreste Potiguar
estiveram presentes no evento de formação
Com o intuito de ampliar as ações de mobilização no Agreste Potiguar, a Oficina reuniu secretários de Educação dos municípios de Santo Antônio, Várzea, Jundiá, Serra de São Bento, Espírito Santo, Montanhas e São José de Campestre, que devem apoiar a atuação do Comitê na região. Além dos secretários, participaram da capacitação professores das escolas municipais e estaduais, pais e mães de alunos, membros do Sindicato dos Trabalhadores rurais, técnicos da Secretaria de Esporte e Cultura, dos Direitos Humanos e do Meio Ambiente e representação dos professores dos municípios de Serrinha e Boa Saúde, bem como integrantes da União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME). 

Poeta Xexéu, da Academia Norte Riograndense de
Literatura de Cordel, fez apresentação durante a Oficina
A formação de mobilizadores foi marcada, ainda, por apresentações culturais realizadas por artistas da região, como o Poeta Xexéu, membro da Academia Norte-rio-grandense de Literatura de Cordel, e do Grupo Raízes Potiguares da Escola Estadual Filomena de Azevedo. De acordo com a coordenadora do PMSE/MEC, após o evento, os participantes relataram estar mais motivados para buscar melhorias para a Educação. “Além da criação do Comitê, a atividade teve como resultado maior compromisso dos presentes com a educação como um direito de todos”, afirma Ivanete.

Confira abaixo a composição do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Santo Antônio e região: 

Membros do Comitê de Mobilização de Santo Antônio e região
  • Allison Maykell Correia de Oliveira – professor da rede municipal de ensino de Santo Antônio – bentoverissimo@gmail.com
  • Genilson Melo de Oliveira – secretário de Educação do município de Jundiá – genilsonmoliveira@gmail.com
  • Hosana Maria Medeiros – vice diretora em Santo Antônio – hozanamm@yahoo.com.br
  • João Maria Cabral – representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais
  • José Edson Alves Bezerra – professor de Educação do Campo
  • Maria das Dores de Oliveira – professora e conselheira em Santo Antônio – doraporfiro@yahoo.com.br
  • Maria do Socorro Nicolau – professora em Santo Antônio
  • Maria Francenilda de Oliveira – representante da Secretaria de Educação de Santo Antônio – mfdoliveira@yahoo.com.br
  • Goreth Orrico – vereadora e professora em Santo Antônio
  • Maria Neuza do Nascimento Pereira – representante da Secretaria de Educação de Serra de São Bento – marianeuza_br@hotmail.com
  • Olifa Mendes – membro da Pastoral da Criança e professora em Santo Antônio – olifa_mendes@yahoo.com.br
  • Tereza Verônica Herculano Rodrigues – membro do Conselho Tutelar de Santo Antônio – terezrodrygues@gmail.com

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Parabéns, professores e professoras!

Veja mais imagens da série "o bom professor" em
homenagem
ao Dia dos Professores no
site do Educar para Crescer
Neste 15 de outubro, a equipe do Plano de Mobilização Social pela Educação do Ministério da Educação parabeniza você, professor e professora, que mesmo com todas as dificuldades, tem persistido em transmitir seus conhecimentos e aprender com seus alunos, formando cidadãos e contribuindo para tornar nosso País melhor e com menos desigualdades. Como diria Cora Coralina, “feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina!”.

Sobre o Dia do Professor, vale lembrar as palavras do grande educador Paulo Freire:

"A data é um convite para que todos, pais, alunos, sociedade, repensemos nossos papéis e nossas atitudes, pois com elas demonstramos o compromisso com a educação que queremos. Aos professores, fica o convite para que não descuidem de sua missão de educar, nem desanimem diante dos desafios (...). Pois, se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda". 


Presidenta Dilma parabeniza professores e defende valorização da profissão

A presidente Dilma Rousseff defendeu novamente a valorização dos professores para melhorar a Educação no Brasil. Neste 15 de outubro, Dia do Professor, Dilma cumprimentou os profissionais e afirmou que sua missão "precisa ser valorizada por toda a sociedade, especialmente pelos governantes".

Na semana passada, Dilma já havia ressaltado a importância dos investimentos em educação no País. Segundo ela, o caminho para o Brasil se tornar uma nação desenvolvida passa pelos investimentos no ensino, com professores "mais bem formados e melhor remunerados". A presidente defende a utilização dos recursos dos royalties do petróleo para pagar melhores salários aos educadores e melhorar a qualidade da educação básica.

"Sou filha de professora. Por isso, aprendi desde cedo que a alegria que se tem em pensar, estudar e aprender nos impulsiona a pensar, estudar e aprender sempre mais", escreveu a presidente em seu Twitter. "O professor é a base do desenvolvimento de um País. Feliz #DiaDoProfessor!"

Fonte: Terra

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Pastoral da Educação incentiva interação família-escola na região da Diocese de Lins (SP)

Pais e familiares de alunos presentes em atividade de
incentivo à interação família-escola na Escola Estadual (EE)
Jorge Americano, em Lins
Sob a liderança da coordenadora da Pastoral da Educação da Diocese de Lins (SP), Irmã Isaura Oliveira Marques, diversas unidades de ensino da rede pública da região do município paulista vêm promovendo atividades com o intuito de aproximar família, escola e comunidade. As ações, iniciadas em abril deste ano, já alcançaram 46 escolas e têm sido bem recebidas por familiares e educadores.
 
Para sensibilizar pais e responsáveis sobre a importância do envolvimento das famílias na trajetória educacional, os mobilizadores locais têm como principal instrumento de trabalho a cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos. “Tanto os agentes mobilizadores quanto o material entregue são muito bem aceitos nas entidades escolares. Temos ouvido muitos elogios”, relata Irmã Isaura.
 
Além da coordenadora da Pastoral, a equipe de mobilizadores que atuam nas escolas conta com a participação de profissionais da área de Educação e Saúde, religiosos, comerciantes locais, entre outros voluntários. Para garantir que a mensagem da Cartilha seja divulgada ao maior número de familiares, as ações de mobilização não se limitam às reuniões de pais e mestres. Orientados pelos voluntários, os educadores aproveitam diversos momentos para conversar com os pais e incentivar sua participação no cotidiano dos estudantes dentro e fora da escola.

Irmã Isaura (à esq.) e educadoras da EE Prof. Jorge
Americano conversam com os pais de alunos
“O corpo docente, bem motivado, aproveita a presença dos pais nos portões da escola, na recepção, secretaria e sempre que os pais são convocados individualmente”, conta a coordenadora da Pastoral da Educação. Essa foi a solução encontrada pelos mobilizadores para entrar em contato com familiares que não costumam frequentar as reuniões. “Grande parte das escolas apresentam dificuldades em convocar os pais para os encontros. Os pais com maior necessidade de estarem presentes são os que não comparecem”, aponta a Irmã Isaura.
 
As ações dos mobilizadores em Lins e região têm, ainda, o reconhecimento e apoio do Comitê de Mobilização de Bauru. Em abril, o grupo bauruense promoveu, em parceria com o Ministério da Educação, Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação – evento que contou com a participação da Irmã Isaura Marques e motivou seu trabalho como mobilizadora. “A Mobilização em Lins está indo muito bem. Há várias escolas agendadas para receber as atividades lideradas pela Irmã Isaura e muitas com 700 alunos”, destacou Rosimeire de Freitas Roveda, integrante do Comitê e liderança da Mobilização Social pela Educação em Bauru.
 
Com informações da Irmã Isaura Oliveira Marques, mobilizadora social pela Educação em Lins e região.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Seridó Potiguar intensifica mobilização da comunidade pela melhoria da Educação

Participantes da reunião de mobilizadores sediada em
Caicó durante a 2ª Semana de Mobilização do Seridó
“Para a educação melhorar, todos devem participar”. Esse foi o lema  que norteou as ações realizadas durante a 2ª Semana de Mobilização Social pela Educação nos municípios da região do Seridó, no Rio Grande do Norte, entre os dias 16 e 20 de setembro. Além da presença dos mobilizadores sociais pela Educação que atuam na região, as atividades contaram com a participação e o apoio de representantes das secretarias municipais de Educação, Assistência Social e Saúde e das diretorias regionais de Educação, Cultura e Desportos (DIRED) de Caicó e Currais Novos. 

Professores, gestores escolares, integrantes de Comitês,
entre outros voluntários, se reuniram em Caicó
Entre os eventos da Semana, se destacaram encontros promovidos nos municípios de Caicó e Currais Novos, nos dias 16 e 17 de setembro, com a participação da coordenadora do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação, Ivanete Oliveira dos Santos. Em Currais Novos, estiveram reunidos representantes dos municípios de Florânia, Parelhas e Equador e, em Caicó, se juntaram aos voluntários locais mobilizadores de Jucurutu, Cruzeta e Jardim do Seridó. 

Geraldo Wanderley, liderança da Mobilização no Seridó,
durante evento em Currais Novos
As reuniões tiveram como objetivo fortalecer as ações já desenvolvidas pelos mobilizadores do Seridó, bem como apresentar o Plano de Mobilização Social pela Educação a novos voluntários. Em ambos os municípios, pela manhã, as atividades foram direcionadas a professores dos três primeiros anos do Ensino Fundamental que atuam no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) e a coordenadores pedagógicos das escolas municipais e estaduais. No período da tarde, as ações visaram reforçar o trabalho dos Comitês de Mobilização locais e apresentar o PMSE a diretores de escolas e demais interessados, como pais e mães de alunos, profissionais da saúde e assistência social, lideranças religiosas, entre outros. 

Ações contaram com a participação da coordenadora do
PMSE/MEC, Ivanete Oliveira dos Santos
“As ações tiveram como intuito fortalecer o voluntariado e formar uma equipe forte que se preocupe com a melhoria da qualidade da educação e com a participação social em prol dessa causa”, afirmou Ana Etelvina Neta de Araújo, assistente social e liderança da Mobilização Social pela Educação no Seridó Potiguar.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Prêmio Curta Histórias: vídeos produzidos por escolas podem concorrer a premiação

Escolas de educação básica da rede pública de todo o País podem se inscrever, até o dia 5 de novembro, para o prêmio Curta Histórias. Iniciativa do Ministério da Educação, a premiação visa incentivar novos talentos e estimular o desenvolvimento de atividades pedagógicas audiovisuais de cunho cultural e educativo nas escolas públicas. 

Criado este ano, o Prêmio tem "Africanidades Brasileiras" como tema da sua primeira edição. A temática foi escolhida com o intuito de promover a valorização da identidade étnica e racial do povo brasileiro e se encontra alinhada à Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece diretrizes curriculares para o estudo da história e da cultura afro-brasileira e africana. 

Cada unidade de ensino pode inscrever um vídeo, produzido por equipe formada por um professor ou educador responsável e até cinco alunos. Os vídeos devem ter, no máximo, um minuto de duração, sem contar os créditos. As imagens podem ser captadas por meio de aparelhos de telefone celular ou câmeras domésticas. Saiba mais no regulamento da premiação.

Os estudantes vencedores participarão de oficina de formação em cinema e empreendedorismo, com duração de 24 horas. Cada integrante da equipe, assim como o professor, receberá um tablet e um smartphone. À escola dos selecionados caberá um aparelho data show, um DVD, uma filmadora digital e uma câmera fotográfica semiprofissional.

Promovido pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, o Prêmio tem como parceiros a Fundação Casa da Árvore, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), a Fundação Vale e a Fundação Telefônica.

As inscrições devem ser feitas na página do prêmio na internet.

Com informações do Portal do MEC.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Saeb: Cartilha orienta avaliação de 8 milhões de estudantes

Clique na imagem para visualizar a Cartilha para o Saeb
Para orientar a aplicação das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lançou cartilha on-line com instruções para a avaliação deste ano.  Mais de 7,9 milhões de estudantes serão avaliados, entre 11 e 21 de novembro, em todas as unidades da federação. 

A cartilha será distribuída nas escolas e destaca os objetivos das aferições que compõem o sistema, além de apresentar dados e indicadores para compreensão dos fatores que influenciam o desempenho dos estudantes.

O Saeb é composto por três avaliações externas em larga escala que aferem itens como qualidade, equidade e eficiência da educação brasileira. A Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e a Prova Brasil, também conhecida como Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), são realizadas a cada dois anos. Já a recém-criada Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) terá aplicação anual.

Na Aneb, são aplicadas provas de leitura e matemática e questionários a uma amostra de estudantes do quinto e do nono anos (quarta e oitava séries) do ensino fundamental regular e do terceiro ano do ensino médio das redes pública e particular.

Da Prova Brasil participam todas as escolas com pelo menos 20 estudantes matriculados em turmas do quinto e do nono anos (quarta e oitava séries) do ensino fundamental regular, matriculados em escolas públicas das zonas urbana e rural. Serão aplicadas provas de leitura, de matemática e questionários.

Ainda este ano, serão aplicadas, em caráter experimental, provas de ciências a estudantes do nono ano do ensino fundamental e do terceiro ano do ensino médio.

A ANA contará com provas de leitura e escrita e de matemática. Serão avaliados estudantes matriculados no terceiro ano do ensino fundamental em escolas públicas das zonas urbana e rural que estejam organizadas no regime de nove anos. O exame será aplicado em todas as turmas regulares e em uma amostra de turmas multisseriadas.


Com informações do site do INEP.