quinta-feira, 30 de junho de 2011

Interação família-escola vira lei em Ilhéus (BA) e no Rio Grande do Norte

A Mobilização Social pela Educação encerra o mês de junho comemorando a aprovação de legislações que institucionalizam as atividades de incentivo à interação família-escola-comunidade em mais duas localidades do País. Em Ilhéus, na Bahia, o prefeito Newton Lima Silva sancionou, no dia 09 de junho, a lei que estabelece o Dia de Mobilização Social pela Educação no município. O Rio Grande no Norte, por sua vez, aguarda a sanção, por parte da governadora Rosalba Ciarlini, do Projeto de Lei aprovado pela Assembléia Legislativa, no dia 22 de junho, e que prevê a realização anual do Dia e da Semana de Mobilização Social pela Educação no estado.

O projeto aprovado pelos deputados estaduais potiguares deverá resultar na primeira legislação estadual do País que trata da Mobilização Social pela Educação e que prevê a realização de atividades de estímulo à participação dos pais na vida escolar dos filhos e de envolvimento da sociedade em ações que resultem na melhoria da qualidade do ensino no estado.

No Rio Grande do Norte e em Ilhéus (BA), assim como em todas as localidades brasileiras onde a Mobilização Social pela Educação virou Lei, essa conquista é resultado do trabalho de mobilizadores individuais e daqueles que integram Comitês de Mobilização Social pela Educação. A atuação desses voluntários junto à comunidade e às autoridades locais teve como conseqüência a elaboração de projetos de lei que têm como objetivo conscientizar cada cidadão sobre o valor da Educação e sobre o papel das famílias, das autoridades e dos representantes de segmentos organizados, na busca pela garantia do direito de aprender e de qualidade para o ensino público.

Desde 2009, cidades de diversas localidades do País vêm transformando, por meio Lei, a Mobilização Social pela Educação em política do município. O Dia Municipal de Mobilização Social pela Educação faz parte do calendário local de datas comemorativas em São João do Cariri (PB) - 15 de abril; Santa Inês (MA) - 10 de julho; Unaí (MG) - último dia de aula do primeiro semestre; Cana Verde (MG) - primeiro dia de aula do segundo semestre; Belo Horizonte 2010 (MG) - 19 de setembro e Capivari de Baixo (SC) - 19 de setembro.

Outras cidades brasileiras têm estendido essa programação. A Semana Municipal de Mobilização Social pela Educação vem sendo realizada em Uruaçu, Pirenópolis e Jaraguá, no estado de Goiás, na última semana do mês de abril. Em Pindamonhangaba, no estado de São Paulo, na semana em que incidir o dia 19 de setembro.

Em Santa Catarina, no município de Lages, desde 2007 a comunidade comemora o Dia da Família na Escola no dia 25 de maio.

A importância do acompanhamento na elaboração do Projeto de Lei

Com a finalidade de garantir a continuidade da comemoração anual do Dia ou da Semana de Mobilização Social pela Educação, a elaboração de projetos de lei sobre o tema deve considerar, entre outros, os seguintes aspectos:

•    ser acompanhada por mobilizadores individuais ou membros de Comitês de Mobilização Social pela Educação que tenham participado de eventos de formação de mobilizadores realizados pelo Ministério da Educação;
•    priorizar a realização de atividades que digam respeito à interação família-escola-comunidade. Para o Dia ou a Semana de Mobilização devem ser preparadas palestras e exposições que demonstrem a importância do acompanhamento, por parte dos pais, na vida escolar dos filhos e sobre os reflexos positivos desse comportamento para a melhoria do aproveitamento do ensino e da qualidade da educação nas escolas públicas;
•    estimular a realização de atividades que resultem na abertura de espaços nas unidades de ensino para que os pais acompanhem a vida escolar dos filhos;
•    prever a participação, nas atividades estabelecidas no projeto de lei, de representantes dos segmentos envolvidos na Mobilização (mobilizadores, pais de alunos, gestores, profissionais da educação, representantes de empresas e segmentos sociais organizados, conselheiros tutelares, lideranças sociais e de instituições religiosas, entre outros);
•    incluir os mobilizadores ou o Comitê de Mobilização Social pela Educação na coordenação das atividades alusivas à data;
•    prever, se possível, fonte de recursos materiais e humanos para execução das atividades previstas no projeto de Lei;

Leia mais sobre o Dia ou Semana de Mobilização pela Educação:

Rio Grande do Norte
Ilhéus (BA)
São João do Cariri (PB)
Belo Horizonte (MG)
Belo Horizonte (MG), Santa Inês (MA) e Unaí (MG)
Jaraguá (GO)

Atenção da família a atividades escolares é estimulada por mobilizadores e conselheiros tutelares do Recife (PE)

Escolas públicas localizadas no bairro Bomba do Hemetério, no Recife (PE), vêm sendo foco de ações de incentivo à interação família-escola-comunidade promovidas pelos mobilizadores locais em parceria com o Conselho Tutelar. Gestores, professores e pais de alunos das escolas municipais Nova Aurora e Margarida Siqueira Pessoa receberam, nos dias 17 e 10 de junho, respectivamente, orientações sobre o papel dos pais na trajetória escolar dos filhos, a função do Conselho Tutelar e o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Mobilizadores e conselheiros tutelares durante reunião
As visitas às escolas e a parceria entre membros do Conselho Tutelar e voluntários da Mobilização Social pela Educação foram articuladas durante reunião realizada no dia 7 de junho. Na ocasião, além dos conselheiros e mobilizadores, gestores das escolas selecionadas para receberem as atividades de Mobilização discutiram formas de aumentar a participação das famílias e de solucionar, em conjunto, problemas como violência escolar, uso de drogas e violação de direitos de crianças e adolescentes.

Durante as palestras nas escolas municipais Margarida Siqueira Pessoa e Nova Aurora, os conselheiros tutelares e os mobilizadores enfatizaram a importância do envolvimento dos familiares no cotidiano escolar. Para o conselheiro Vado Luz, a participação dos pais na educação dos filhos vai além do acompanhamento dos estudos e é fundamental para evitar problemas de comportamento em sala de aula. “Os pais devem orientar desde a questão de como se portar na mesa durante as refeições até a forma como seu filho se relaciona com o colega e com o professor na escola”, exemplificou.

Palestra na EM Margarida Siqueira Pessoa
Os pais de alunos presentes nas atividades foram apresentados também às principais ações do Programa Bombando Cidadania – iniciativa do Instituto Walmart em conjunto com o Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano (Iadh) –, que tem apoiado e desenvolvido ações de Mobilização pela Educação no bairro. Ao fim da exposição, os pais foram convidados a participar das reuniões do Comitê de Apoio ao Programa.

Entre os resultados dos eventos nas unidades de ensino, a EM Nova Aurora e o Núcleo de Assistência à Saúde da Família (NASF) firmaram parceria para encaminhamento de crianças que necessitem de apoio psicossocial. Além disso, os conselheiros tutelares se comprometeram em atender as demandas dos gestores educacionais do programa Qualiescola, que beneficia ambas as instituições visitadas. Estão sendo articuladas, ainda, novas palestras nas escolas públicas da região.

Com informações de André Luiz Lira do Nascimento, mobilizador no Recife (PE).

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Conselho do Fundeb de Pindamonhangaba (SP) destaca importância da interação entre pais e educadores

Pais de alunos de vários bairros do município paulista de Pindamonhangaba se reuniram, em 31 de maio, para a eleição dos novos representantes do Conselho Municipal do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Entre as prioridades do Conselho, os representantes eleitos destacaram o incentivo à participação das famílias no ambiente escolar e no cotidiano de estudos dos alunos como forma de contribuir para a melhoria da qualidade da educação. O grupo também programa ações para realização em conjunto com o Comitê local de Mobilização Social pela Educação.

Participaram da reunião, ainda, a secretária municipal de Educação, Bárbara Zenita França Macedo, a professora e presidente do Conselho do Fundeb até a data da eleição, Ana Lúcia Cipriano, e a representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Pindamonhangaba, Doris Cardoso Prudente Bertolino. A mobilizadora foi a responsável por articular a participação das famílias no evento, o que resultou na presença de cerca de 50 pais de alunos.

Secretária de Educação, conselheiros eleitos
e a representante do Comitê de Pinda
Para Doris Bertolino, a participação do número expressivo de familiares, vindos até das localidades mais distantes do município, demonstra  maior consciência dos pais sobre seu papel na educação dos filhos. “Tivemos uma presença significativa de pais de vários bairros na reunião, até mesmo dos mais distantes, o que nos emocionou, pois mostra desprendimento e compromisso com a causa”, relata a mobilizadora.

Dentre os participantes, 13 se candidataram a presidente, vice e suplentes do Conselho. A atual direção do Conselho conta com representantes dos pais, do Conselho Tutelar e de professores da rede pública de Pindamonhangaba.

A representação de pais de alunos em conselhos e grupos relacionados à educação do município vem sendo estimulada e defendida pelos mobilizadores locais. Leia mais em: Pindamonhangaba: mobilizadores defendem representação de pais no Conselho de Educação

Conselhos do Fundeb

O Fundeb tem como principal objetivo promover a redistribuição dos recursos vinculados à educação. Os conselhos do Fundeb, por sua vez, realizam o acompanhamento e o controle social sobre a distribuição, a transferência e a aplicação desses recursos em escala federal, estadual e municipal. Saiba mais sobre o Fundeb no Portal do MEC

Comitê de Mobilização do Rio de Janeiro desenvolve atividades em parceria com conselhos escolares

Integrantes do Comitê de Mobilização Social pela Educação do Rio Janeiro (Comitê Rio) desenvolveram, neste primeiro semestre de 2011, diversas atividades em parceria com representantes do Programa de Fortalecimento dos Conselhos Escolares do Ministério da Educação (MEC). O trabalho em conjunto facilitou a realização de diversos eventos que envolveram, principalmente, secretários municipais de educação, professores, funcionários de escolas, famílias dos alunos e lideranças sociais de cidades da região metropolitana da capital fluminense. Essas atividades tiveram como objetivo envolver a sociedade em ações de incentivo à participação dos pais na vida escolar dos filhos para a melhoria da qualidade da educação pública.

Um desses eventos, realizado no dia 06 de maio, foi direcionado à comunidade escolar de Vassouras (RJ) e contou, entre outras autoridades locais, com a participação da secretária municipal de Educação, Vânia Cristina de Mattos Baptista. Essa programação também reuniu gestores e lideranças sociais das cidades de Rio Claro, Barra do Piraí, Mendes, Três Rios e Miguel Pereira, localizadas na Região do Médio Paraíba II.

Durante o evento em Vassouras, os mobilizadores Davi Francisco Arcênio, morador da capital, Rita de Cássia, do município de Mesquita, e Silma Cléris, de São João do Meriti, todos integrantes do Comitê Rio, explicaram o Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) aos participantes. Os mobilizadores ainda distribuíram exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e conversaram com as famílias sobre as orientações contidas na publicação.

Os mobilizadores do Rio de Janeiro também falaram sobre o trabalho desenvolvido no âmbito do Programa de Fortalecimento dos Conselhos Escolares, incentivando a comunidade de Vassouras a se integrar às atividades dos conselhos em funcionamento nas unidades de ensino locais, como forma de contribuir com as decisões administrativas e pedagógicas tomadas nessas escolas. Famílias e profissionais da educação foram estimulados, do mesmo modo, a instituírem o conselho escolar nas localidades que ainda não formaram essa instância.

Leia mais sobre outras ações do Comitê Rio em parceria com o Programa de Fortalecimento dos Conselhos Escolares divulgadas no Blog da Mobilização:

Nova Iguaçu mobiliza conselhos escolares em prol da Educação Integral

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Nova Iguaçu (RJ) tem buscado o apoio de pais e professores que são membros de conselhos escolares para sensibilizar as famílias a respeito da importância da adesão à educação em horário integral. No dia 11 de maio, a Semed promoveu o encontro “Conselho Escolar na Mobilização Integral” com o objetivo de estimular que os representantes desses segmentos promovam atividades que incentivem as famílias e os profissionais da educação a se envolverem em iniciativas que resultem na inserção e permanência dos alunos na Educação Integral.

Durante o encontro, a Semed de Nova Iguaçu distribuiu exemplares de cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos aos pais e responsáveis pelos alunos. As famílias também participaram de debate sobre o conteúdo da publicação.

Leia mais sobre o encontro Conselho Escolar na Mobilização Integral no site da Prefeitura de Nova Iguaçu:

Educação realiza encontro com conselheiros escolares

terça-feira, 28 de junho de 2011

Secretaria de Educação de Periquito (MG) realiza Semana da Família na Escola

Clique na imagem para acessar a publicação
A edição do mês de junho do jornal Cidade Melhor, veículo de comunicação do município mineiro de Periquito, foi dedicada à programação da Semana da Família na Escola. Realizada no mês de maio, pela Secretaria Municipal de Educação, a atividade teve como objetivos estimular a comunidade a perceber a importância e o papel da família na educação e ampliar a participação de pais e mães na trajetória de estudos dos alunos de escolas e creches da rede municipal de ensino.

As principais atividades da Semana da Família na Escola foram desenvolvidas de 25 a 27 de maio de 2011 e envolveram representantes de comunidades escolares de Periquito e dos distritos de Serraria, São Sebastião do Baixio e Pedra Corrida. Nessas localidades, além de apresentações culturais, os participantes dos eventos puderam acompanhar exposições e palestras que destacaram a importância da interação família-escola-comunidade e da mobilização social pela educação para a melhoria da qualidade do ensino público.  

Além de famílias dos estudantes, esses eventos contaram com participação do prefeito de Periquito, Luis Reis, do secretário Municipal de Educação, José Nilson Cardeia, outros secretários municipais e servidores da prefeitura.

“A família deve valorizar a escola. Valorização e engajamento não exigem qualquer formação acadêmica por parte dos responsáveis. O fundamental é dar valor à escola, cobrar o compromisso com os estudos e, ainda, estar atento ao desenvolvimento do filho e do próprio estabelecimento de ensino”, ponderou o prefeito durante sua participação na atividade de abertura da Semana da Família na Escola realizada no distrito de Serraria.

Serraria

A abertura da Semana da Família na Escola foi realizada dia 25 de maio, na quadra poliesportiva do distrito de Serraria, e reuniu representantes da Escola Municipal Professora Francisca Martins Godoy e da Creche Municipal Cantinho Feliz. Além de apresentações artísticas e culturais que destacaram a participação das famílias na educação escolar dos filhos, a atividade contou com palestra conduzida pela psicóloga do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) periquitense, Vânia Sampaio, sobre “Limites na educação dos filhos”.

São Sebastião do Baixio

A programação do segundo dia de atividades da Semana da Família na Escola, 26 de maio, envolveu profissionais da educação, autoridades, pais e mães de crianças atendidas na Creche Sonho Encantado e na Escola Municipal São Sebastião do Baixio, localizadas no distrito de mesmo nome.

“A escola não deve viver sem a família e nem a família sem a escola. Uma depende da outra na busca constante para alcançar, cada vez mais, a qualidade na educação”, destacou Rosa Helena Rodrigues, que é coordenadora da Creche Sonho Encantado, durante sua exposição.

Atividades de encerramento

Famílias de alunos na atividade realizada em Periquito
A programação da Semana da Família na Escola foi encerrada no dia 27, envolvendo duas atividades. A primeira reuniu, no período diurno, no distrito de Pedra Corrida, representantes da Escola Municipal Dom José Maria Pires e da Creche Sorriso de Criança. À noite, a segunda atividade foi realizada em Periquito e contou com a participação de representantes da Escola Municipal Waldemiro Barrel e do Centro Municipal de Educação Infantil Criança Feliz.

Em Pedra Corrida, as exposições artísticas e culturais preparadas por alunos e profissionais das unidades de ensino demonstraram que as famílias locais têm participação ativa na vida escolar dos filhos. As apresentações destacaram, ainda, que a colaboração dos pais ao esforço diário dos professores gera resultados positivos ao processo educacional.

Em Periquito, os pais foram orientados a ficarem atentos a detalhes do comportamento do aluno, como mudança de humor ou dificuldades nas disciplinas, no relacionamento com os colegas e professores, entre outros. Receberam informações, ainda, sobre a importância desse cuidado para o sucesso do rendimento escolar. Para facilitar a compreensão sobre esse contexto e a busca por solução para essas adversidades, os participantes do evento foram incentivados a estreitar a parceria entre a família e a escola, com o objetivo de que os estudantes recebam apoio e melhorem o aproveitamento do ensino.

Acesse aqui a publicação do mês de junho do jornal Cidade Melhor sobre a Semana da Família na Escola em Periquito.

Com informações de Ana Maria Nunes de Amorim, mobilizadora social pela educação em Periquito e Belo Oriente (MG)

Mobilizadores de Bauru (SP) programam ações de incentivo à interação família-escola-comunidade

Membros do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Bauru,  no estado de São Paulo, vão se reunir nesta quinta-feira, 30 de junho, para programar atividades que envolvam família, escola e comunidade em prol da melhoria da educação no município. O encontro será realizado na Escola Estadual Luiz Zuiani, a partir das 19h30.

Além do planejamento de ações para o segundo semestre de 2011, a reunião tem como objetivo avaliar as atividades desenvolvidas pelo Comitê de janeiro a junho deste ano. O grupo também pretende estimular a formação de parcerias e a adesão de novos mobilizadores às suas atividades. Para ampliar sua atuação, o Comitê vai discutir, ainda, a realização de eventos de Mobilização Social pela Educação em municípios vizinhos a Bauru, como Agudos e Arealva.

Serviço

Reunião do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Bauru (SP)
Data: 30 de junho de 2011
Local: E.E. Luiz Zuiani – Rua Aviador Gomes Ribeiro 34-60, Parque Paulista – Bauru (SP).
Horário: 19h30 a 21h30

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Mobilização de famílias e educadores avança em Presidente Prudente (SP)

Com o objetivo de reforçar as ações de incentivo à interação família-escola-comunidade, o Comitê de Mobilização Social pela Educação de Presidente Prudente (SP) tem buscado ampliar a parceria com escolas públicas da cidade. Nos meses de maio e junho deste ano, a conscientização sobre a importância do envolvimento da família no cotidiano escolar dos alunos ganhou espaço em eventos promovidos por unidades de ensino do município, como festas juninas e outras atividades referentes a datas comemorativas, além de reuniões de pais e mestres.

Entrega de folhetos sobre Mobilização
na festa junina da EM Maria Edite Tenório
Entre as unidades de ensino parceiras da iniciativa, a Mobilização Social pela Educação foi apresentada durante a festa junina da Escola Municipal Maria Edite Tenório, no dia 18 de junho. Na oportunidade, os integrantes do Comitê conversaram com os familiares dos alunos sobre o conteúdo da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e distribuíram folhetos elaborados pelo Comitê com mensagens retiradas da publicação.

Ação semelhante foi desenvolvida, no dia 11 de junho, na Escola Municipal Ocyr Azevedo. Durante a festa junina dessa unidade de ensino, as mobilizadoras Solange Ferreira e Rosalina Camargo estimularam a reflexão sobre os principais pontos da Cartilha da Mobilização. Imagens da atividade e da distribuição dos panfletos com orientações da Cartilha podem ser visualizadas aqui.

Reunião de Pais na EM Ocyr Azevedo
Ainda na EM Ocyr Azevedo, no dia 8 de junho, integrantes do Comitê local participaram da reunião com pais de alunos da escola e sugeriram formas de melhorar a interação entre educadores, familiares e comunidade para proporcionar maior aproveitamento do ensino oferecido. Durante sua exposição, os mobilizadores enfatizaram que a responsabilidade é de todos, não só dos professores, na busca por educação de qualidade e destacaram o papel das famílias nesse processo.

Divulgação da Mobilização nas
comemorações de 1º de maio
Em maio, membros do Comitê de Presidente Prudente aproveitaram eventos como a confraternização das famílias atendidas por programas de transferência de renda, realizada no dia 20 daquele mês, para debater com os participantes sobre a mensagem da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos. A Mobilização também foi divulgada durante as comemorações do Dia do Trabalho, em 1º de maio, em atividade organizada pelo Sindicato do Comércio do município paulista.

Com informações de Solange Ferreira de Jesus, membro do Comitê de Mobilização de Presidente Prudente (SP).

Qualidade da educação básica será avaliada em novembro

Entre os dias 7 e 18 de novembro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) aplicará as provas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e da Prova Brasil. As avaliações vão aferir o conhecimento de estudantes brasileiros em matemática, com foco em resolução de problemas, e língua portuguesa, com ênfase em leitura. Portaria publicada na sexta-feira, 17, define a forma de aplicação dessas provas.

Participarão da Prova Brasil todas as escolas com 20 ou mais estudantes matriculados no quinto ano (quarta série) e no nono ano (oitava série) do ensino fundamental regular da rede pública, localizadas nas zonas urbana e rural. As escolas com esse perfil serão identificadas na base de dados do censo escolar, que considerará as informações prestadas até o dia 14 de agosto de 2011.

Já para a amostra do Saeb serão avaliadas as escolas que tenham de dez a 19 alunos matriculados no quinto ano (quarta série) e no nono ano (oitava série) do ensino fundamental regular público, e os estabelecimentos de ensino com dez ou mais estudantes no quinto ano (quarta série) e no nono ano (oitava série) do ensino fundamental regular da rede privada. As escolas com dez ou mais estudantes na terceira série do ensino médio regular das redes pública e privada também participarão da amostra.

Os resultados obtidos nas avaliações serão usados no cálculo das médias do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de cada unidade escolar pública, município, unidade da federação e país.

Veja aqui a portaria que sistematiza o Saeb/Prova Brasil 2011 (Avaliação Nacional da Educação Básica – Aneb e Avaliação Nacional do Rendimento Escolar – Anresc).

Texto divulgado no Boletim da Secretaria de Educação Básica  (SEB/MEC) com informações da Assessoria de Imprensa Inep/MEC.

Ilhéus (BA) institui Dia municipal de Mobilização Social pela Educação

Mobilizadores do município de Ilhéus, no Sul da Bahia, comemoram mais uma conquista. O prefeito Newton Lima Silva sancionou neste mês de junho a Lei n.º 3.545 que estabelece o Dia de Mobilização Social pela Educação no município. A data será comemorada, anualmente, em 11 de agosto, em conjunto com as atividades alusivas ao Dia do Estudante.

Por meio dessa iniciativa, que só se tornou possível em razão da gestão dos mobilizadores de Ilhéus junto às autoridades locais, o governo do município busca incentivar a realização de atividades que possam contribuir com a melhoria da qualidade da educação pública local.

Sancionada em 09 de junho e publicada na edição do dia 10 do Diário Oficial do Município, a Lei, de autoria da vereadora Carmelita Ângela, atribui aos membros do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Ilhéus a responsabilidade pela organização das atividades do Dia de Mobilização.

Campanhas de conscientização da sociedade e das famílias sobre a importância da participação dos pais na vida escolar dos filhos para a melhoria do aproveitamento escolar vão fazer parte da programação do Dia de Mobilização Social pela Educação. Segundo o representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Ilhéus, Roberto Corsário, essas ações serão desenvolvidas com a colaboração de representantes dos setores público e privado e de segmentos sociais, entre outros parceiros. “Logo após os festejos de São João vamos dar início ao planejamento das ações que deverão envolver toda a sociedade na programação do Dia 11 de agosto”, afirma o mobilizador.

Clique aqui para acessar o conteúdo da Lei n.º 3.545 que estabelece o Dia de Mobilização Social pela Educação em Ilhéus. O texto foi publicado na página 2 do Diário Oficial do Município.
Com informações de Roberto Corsário, representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Ilhéus.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Primeira lei estadual sobre a Mobilização Social pela Educação é aprovada no Rio Grande do Norte

A Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, na sessão ordinária da última quarta-feira (22), o primeiro Projeto de Lei estadual do País que trata da Semana de Mobilização Social pela Educação. O texto aguarda sanção por parte do Poder Executivo. Proposto pela deputada estadual Gesane Marinho, o projeto foi elaborado para atender as reivindicações dos representantes do Comitê de Mobilização Social pela Educação da região metropolitana de Natal. Formado em abril de 2010, o grupo desenvolve atividades de sensibilização das famílias e da sociedade sobre a importância da participação dos pais na vida escolar dos filhos para a melhoria do ensino no estado.

O projeto aprovado pelos deputados estaduais prevê a realização anual, na semana em que incidir o dia 19 setembro, data de nascimento do educador Paulo Freire, de atividades que estimulem a interação família-escola-comunidade. O objetivo dessa mobilização é alertar a sociedade, as autoridades, os profissionais da educação e as famílias sobre a colaboração que cada segmento pode oferecer na busca pela garantia de qualidade para o ensino das escolas públicas do Rio Grande do Norte.

Acesse aqui o texto do Projeto de Lei aprovado pela Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Leia mais:
Rio Grande do Norte propõe primeira lei estadual sobre Semana de Mobilização Social pela Educação

Com informações de Ione Campos Freitas, representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Natal.

Escola de Campo Grande (MS) desenvolve projeto de interação com as famílias

Alunos da EM João Nepomuceno desenvolvem
projeto com a Cartilha da Mobilização
A cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos é o principal instrumento de conscientização das famílias alcançadas pelo projeto “Resgatando os valores da família”, iniciativa desenvolvida pela Escola Municipal João Nepomuceno, em Campo Grande (MS). Por meio do projeto, a escola vem conquistando maior participação dos pais  no cotidiano escolar dos alunos e nas atividades propostas pela instituição de ensino, que é localizada no bairro Taquarussu da capital sul-mato-grossense.

Elaborado pela equipe técnica da escola, formada pelas supervisoras Elenice dos Reis Garcia e Marly Telles e pelas orientadoras educacionais Elizabethe Martins Monteiro e Márcia Vicente Pereira, o projeto incluiu a Mobilização Social pela Educação nas atividades já realizadas pela unidade de ensino. Entre os objetivos do projeto, as educadoras listaram a conscientização dos pais sobre a necessidade de participar da vida escolar dos filhos, de frequentar as reuniões de pais e mestres e de acompanharem a agenda escolar e os avisos enviados pelos professores.

Clique na imagem pra visualizar o cartaz
Para divulgar a mensagem da Cartilha aos pais, os professores da EM João Nepomuceno incentivam os alunos a criarem materiais com o intuito de atrair a atenção dos pais para o tema. De acordo com a série e idade, os estudantes vêm sendo orientados a produzir cartazes, redações, poemas e a promover apresentações culturais que abordem a interação família-escola-comunidade.

Para a diretora da escola, Valderia Rodrigues Torres Bassi, a aproximação entre pais e educadores é fundamental. “O envolvimento dos familiares é de suma importância para a aprendizagem dos alunos e contribui muito para a qualidade do ensino”, afirmou a gestora.

Com informações de Maria Salete da Silva Floreste, mobilizadora social pela Educação e Chefe da Divisão de Ações Socioeducativas da Semed de Campo Grande.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Jacareí (SP) forma Comitê de Mobilização Social pela Educação

Comitê de Mobilização Social pela Educação de Jacareí  (SP)
Profissionais da educação, representantes do Conselho Tutelar, das famílias de alunos e dos segmentos empresarial e social integram o Comitê de Mobilização Social pela Educação formado no município paulista de Jacareí. O grupo foi constituído durante a Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação, evento realizado nos dias 14 e 15 de junho, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A partir das orientações recebidas durante a Oficina, direcionadas ao desenvolvimento de atividades de estímulo à interação escola-família-comunidade, o Comitê elaborou seu plano de ação que deverá reforçar as iniciativas locais de incentivo à participação das famílias na vida escolar dos filhos, para a melhoria da qualidade da educação nas escolas públicas de Jacareí.

Conversar com os filhos sobre o que estão aprendendo na escola, conhecer os profissionais da unidade de ensino, acompanhar o processo de alfabetização das crianças para assegurar que elas estejam alfabetizadas até os 8 anos e matricular as crianças na educação infantil são algumas das ações que o Comitê de Mobilização Social pela Educação de Jacareí deverá estimular junto aos pais de alunos do município.

A Mobilização Social pela Educação em Jacareí

Participantes da Oficina de Formação de Mobilizadores
A Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação realizada em Jacareí, nos dias 14 e 15 de junho, foi promovida pela Semed em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e contou com cerca de 80 participantes. O evento de capacitação teve como finalidade reforçar as ações que a gestão da Educação municipal vem empreendendo com o objetivo de garantir a participação das famílias e da comunidade nas decisões administrativas e pedagógicas referentes às unidades de ensino.

Para garantir a criação e o funcionamento dos conselhos escolares e, por conseqüência, a participação de todos os segmentos da comunidade escolar nessas instâncias (pais, professores, funcionários e alunos, entre outros), o município instituiu em lei a existência dos conselhos e a realização periódica de eleições para escolha de seus membros.

Em 2009, a Mobilização Social pela Educação ganhou reforço em Jacareí por meio da impressão de exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos. A reprodução foi custeada pela Secretaria Municipal de Educação que distribuiu o material às famílias de alunos da rede e promoveu atividades de sensibilização sobre a importância da atenção oferecida por pais, mães e responsáveis à trajetória de estudos das crianças e dos adolescentes.

Leia mais sobre a Mobilização Social pela Educação em Jacareí.

O Comitê de Mobilização Social pela Educação de Jacareí tem a seguinte composição:
Almir Santos Gonçalves – assessor comunitário da Semed e presidente do Conselho Municipal de Educação  - almir.santos@firewall.jacarei.sp.gov.br
Celeste Aparecida Faria Martins Machado – repr. das escolas conveniadas - celeste.pedro@hotmail.com
Chrinilsen de Moura Nader Galochi - supervisora ensino fundamental - chrisnilsennader@yahoo.com.br
Edilene da Silva Costa e Silva - supervisora ensino infantil - edilene.silvacosta@ig.com.br
Elaini Aparecida de Godoy Lima - mãe de aluno - nanny.1506@hotmail.com
João Roberto Costa de Souza - secretário municipal de Educação - joao.roberto@firewall.jacarei.sp.gov.br
Miriam de Oliveira Rosa Costa - diretora ensino fundamental - miriamming@hotmail.com
Miriam Mariano - liderança social - miriammariano@bol.com.br
Regina Célia Garcia - diretora ensino infantil - regina.celia10@yahoo.com.br
Rodolfo José Serpa - conselho tutelar - conselhojacarei@gmail.com
Silvana Morais de Souza - liderança social - comunidade__nik-silvana@ig.com.br
Sonia Maria Nery Carvalho – repr. das escolas particulares - cantinholuminoso@superig.com.br
Talita Grigorini da Silva Meirelles – repr. Fíbria/Votorantim - talita.grigorini@fibria.com.br
Valdir Antônio de Oliveira Barbosa - professor da rede estadual - professor-valdirantonio@yahoo.com.br

Mobilizadores participam de evento em defesa de direitos de crianças e adolescentes em Presidente Prudente (SP)

Membros do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Presidente Prudente participaram, no dia 15 de junho, de encontro promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Presidente Prudente (Seduc) para debater como o Estado, a família e a escola devem atuar em defesa dos direitos de crianças e adolescentes, em especial o direito de aprender. A atividade, que teve como tema “A importância da responsabilidade dos gestores escolares na defesa dos direitos da criança e do adolescente”, contou com a participação de diretores de escolas, professores, conselheiros tutelares e representantes do Ministério Público e de diversas secretarias da Prefeitura de Presidente Prudente.

O promotor de Justiça da Infância e Juventude e da Pessoa com Deficiência em Presidente Prudente, Luiz Antonio Miguel Ferreira, deu início ao debate com a palestra “Gestão educacional: desafios frente ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”. Em sua exposição, Luiz Antonio enfatizou o artigo 227 da Constituição Federal de 1988, que trata do dever da família, da sociedade e do Estado de assegurar os direitos de crianças e adolescentes.

Membros do Comitê local participaram do Encontro
Para o promotor, que vem apoiando as ações do Comitê local, a mobilização de diversos setores sociais e a conscientização das famílias é fundamental para garantir o direito à educação de qualidade. “Esse é o dever de todos nós, 80% da ação da promotoria é dedicado à educação. É para assegurar a aplicação das leis, para que vocês educadores desenvolvam suas atividades tranquilamente. É uma parceria, já que a educação é dever do Estado, da escola e da família”, afirmou.

O evento marcou, ainda, a distribuição de cartilha produzida pela Seduc com orientações às escolas sobre como proteger os direitos dos menores e de como fazer encaminhamentos ao Conselho Tutelar.

Leia mais sobre a atividade no site da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente.

Com informações da mobilizadora Solange Jesus e da Secretaria de Comunicação de Presidente Prudente.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Capivari de Baixo (SC) realiza segunda edição do Projeto Escola de Pais

Pais de alunos da rede municipal de ensino de Capivari de Baixo terão nova oportunidade de receber orientações de profissionais da educação, saúde e segurança, alem de trocar experiências com educadores e outros pais. De junho a setembro, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura realiza a etapa 2011 do ciclo de palestras “Escola de Pais”, para estimular as famílias a debaterem temas emergentes e pertinentes à educação e socialização de crianças, adolescentes e jovens.

O projeto foi idealizado no ano passado pela Secretaria de Educação e Cultura e envolve cinco temas: Família – O desafio do diálogo numa relação de amor; Educação e Limites; Acompanhe seu filho na internet; Pais e filhos – Direitos e deveres – Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA); e o Programa Educacional de Resistência às drogas (Proerd): Lição para pais.

“Os assuntos permanecerão os mesmos do ano passado, até que todos os cinco pólos tenham recebido todos os temas, fechando o ciclo”, explica a psicopedagoga responsável pelo Apoio Pedagógico da rede municipal de ensino, Rafaela Alves Machado. Ela ainda acrescenta que, em 2010, foram realizadas palestras com até 80 participantes.

De acordo com o cronograma de 2011, a Escola de Pais tem atividades programadas sempre às quartas-feiras, às 19h, com palestras ministradas por especialistas da educação, saúde e segurança, de Capivari de Baixo e Tubarão, que deverão mediar discussões e estimular reflexões com a sociedade local.

Para o secretário de Educação e Cultura de Capivari de Baixo, professor José Wanderley Araújo da Rosa, o ponto alto do projeto é a troca de experiências relacionadas aos temas abordados. “Chega um momento da educação dos filhos em que os próprios pais, mesmo tendo passado por fase semelhante, têm dificuldades, principalmente no mundo de hoje. E ouvir orientações profissionais e conversar com outros pais sempre levam a novas reflexões e até mesmo mudança de postura em relação à educação familiar”, considera.

“A sociedade passa por uma fase preocupante onde tudo é permitido, fazendo com que os valores morais e familiares sejam esquecidos e invertidos. O pai que participa de um projeto como esse, Escola de Pais, é o pai que se preocupa e tem esperança de que a sociedade tenha salvação e que a mudança começa dentro da própria casa; é o pai que tem consciência de seu papel, que não espera que o professor o substitua”, pondera o prefeito de Capivari de Baixo, Luiz Carlos Brunel Alves.

A programação completa do projeto que se estende até setembro, percorrendo todo o município, está disponível nas escolas e no site de Capivari de Baixo. Clique aqui para conferir.

Com informações da jornalista Marcia Silva, de Capivari de Baixo.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Rio Grande do Norte propõe primeira lei estadual sobre Semana de Mobilização Social pela Educação

A Comissão de Educação, Ciências e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, no dia 15 de junho, o projeto que deverá resultar na primeira legislação estadual do País a instituir a Semana de Mobilização Social pela Educação. De autoria da deputada estadual Gesane Marinho, o Projeto de Lei (PL) foi elaborado em atendimento à reivindicação dos representantes do Comitê de Mobilização Social pela Educação da região metropolitana de Natal, que aguardam, ainda para esta semana, a votação em plenário do Projeto.

Para garantir a aprovação PL, os mobilizadores potiguares têm buscado o apoio dos deputados estaduais, sensibilizando os parlamentarem em relação à importância da interação família-escola-comunidade para a melhoria da qualidade do ensino no estado. Assim como ressaltou a própria autora em sua justificativa para o Projeto de Lei, os mobilizadores também têm destacado a necessidade de alcance das metas postas pelo Ministério da Educação (MEC) para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Rio Grande do Norte.

Em 2009, o estado registrou Ideb de 3,5 para as séries iniciais e de 2,9 para as séries finais do Ensino Fundamental. Ainda em 2009, o Ideb da terceira série do Ensino Médio no estado do Rio Grande do Norte foi de 2,8.

Com os objetivos de elevar essas notas correspondentes à rede estadual de ensino e de envolver a sociedade em ações que resultem na melhoria da qualidade da Educação no estado, o Comitê de Natal tem mobilizado, além de membros do Poder Legislativo, outras autoridades como representantes de secretarias municipais e da Secretaria de Estado da Educação, membros do Ministério Público e representantes da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O gerente de responsabilidade social do Serviço Social da Indústria (SESI/RN), Marcelo Dantas, é uma das lideranças sociais integradas ao Comitê de Mobilização.

Com informações de Ione Campos Freitas, representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Natal.

Interação família-escola-comunidade é debatida por diretores de escolas de Almirante Tamandaré (PR)

Diretores de escolas municipais e de centros de Educação Infantil (CMEI) do município paranaense de Almirante Tamandaré participaram, no dia 2 de junho, de reunião técnica promovida pela Secretaria Municipal de Educação para discutir a implementação de ações de incentivo à interação família-escola-comunidade nas escolas da cidade. O encontro, que teve como objetivo conscientizar os profissionais da educação sobre seu papel na integração das famílias ao ambiente escolar, foi realizado no Centro Administrativo de Almirante Tamandaré.

Durante a atividade, que contou com a presença do secretário municipal de Educação, Romildo de Brito, e da diretora do Departamento de Ensino (SMEC), Ângela Márcia Ferreira da Silva, os participantes apontaram iniciativas que consideram fundamentais para a aproximação entre escola e família. Entre elas, destacaram que a unidade de ensino deve abrir as portas para que os pais visitem as escolas dos filhos sempre que puderem, estimulando o diálogo dos familiares com os professores. Por outro lado, ressaltaram que os pais devem estar atentos aos bilhetes e avisos que a escola manda para casa e acompanhar seu cotidiano escolar.

A diretora do SMEC, Ângela Márcia, enfatizou que a melhoria da qualidade da Educação nas escolas públicas não depende somente dos educadores. “A responsabilidade não é só dos profissionais de educação, mas da comunidade e dos pais de cada aluno. Unidos teremos uma educação com uma melhor qualidade”, afirma Ângela.

De acordo com a diretora da Escola Municipal Clara Anadir Buzato, Eliane Regina Cordeiro Joroski, as ações de Mobilização são importantes para conscientizar os familiares e fazer com que eles participem mais das atividades propostas pelas escolas. “A importância dessa mobilização é trazer os pais para acompanhar os filhos na escola, mostrar os trabalhos que realizamos, além de mostrá-los que podem ajudar participando da vida escolar dos filhos e melhorar ainda mais a educação”, reflete a gestora.

Com informações de Ângela Márcia Ferreira da Silva - Diretora do Departamento de Ensino (SMEC) de Almirante Tamandaré (PR)

sexta-feira, 17 de junho de 2011

RJ: secretarias de Educação e mobilizadores divulgam interação escola-família a conselheiros escolares

Macaé

A importância da interação escola-família-comunidade para a melhoria da qualidade do ensino foi tema de destaque durante a programação do Fórum Regional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares de Macaé e Campo dos Goytacazes, evento realizado no dia 31 de maio. Coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Macaé, cidade sede do evento localizada na região norte fluminense, o Fórum reuniu cerca de 300 participantes, entre secretários de educação da região, educadores e conselheiros escolares.

Durante a programação do Fórum, o representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação do Rio de Janeiro (Comitê Rio), Davi Francisco Arcênio, falou sobre o Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) do Ministério da Educação (MEC), ressaltando a importância do estímulo à participação das famílias na vida escolar dos estudantes para a melhoria do aproveitamento do ensino.

Cabo Frio

O 1º Fórum de Fortalecimento dos Conselhos Escolares da Região dos Lagos foi realizado no dia 30 de março, no Teatro  Municipal Inah de Azevedo Mureb, em Cabo Frio. Organizado pela Semed local, por meio do Departamento de Apoio ao Aluno, o evento teve como objetivo oferecer orientações aos membros dos conselhos escolares e técnicos das secretarias de educação de cidades da Região dos Lagos em relação às atividades de estímulo à interação escola-família-comunidade e nas ações que dizem respeito à gestão democrática das escolas.
 

O representante do Comitê Rio, Davi Arcênio também esteve presente no Fórum da Região dos Lagos para divulgar as orientações contidas na cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e distribuir exemplares da publicação

Representantes das secretarias de Educação de Mesquita, São João do Meriti, Nova Iguaçu, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Araruama, Iguaba Grande, Maricá, São Pedro da Aldeia e Saquarema estiveram presentes no Fórum. A atividade reuniu, ainda,  os diretores das 86 escolas municipais de Cabo Frio e representantes dos conselhos escolares, do Conselho Municipal de Educação, do Conselho de Alimentação Escolar e do Conselho Municipal do FUNDEB.

Queimados


O custeio de impressão de exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e o evento de lançamento do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) são iniciativas empreendidas pela Semed de Queimados, cidade da região metropolitana da capital fluminense, com o objetivo de estimular a interação escola-família-comunidade. O lançamento do PMSE foi realizado no final do mês de março e contou com a participação dos secretários de educação dos municípios de Seropédica, Nova Iguaçu, Japeri, Belford Roxo e São João do Meriti.

Estiveram presentes, ainda, a coordenadora da Mobilização Social pela Educação do Ministério da Educação (MEC), Linda Goulart e o secretário de Educação de Queimados, Lenine Rodrigues Lemos. Os representantes do Comitê Rio, Davi Francisco e Sérgio Benedito Maia compartilharam com Linda Goulart as exposições do evento referentes aos desafios da educação brasileira e à contribuição que a interação escola-família-comunidade pode oferecer à melhoria da qualidade do ensino no País.

Ação pioneira de Queimados

O custeio de impressão da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos é uma ação pioneira da Semed de Queimados entre as cidades fluminenses. O governo local promove a distribuição dos exemplares da publicação em atividades como o Dia da Família na Escola e em outras programações que envolvam os pais de alunos da rede municipal.

Leia mais :
Comitê Rio programa ações para o segundo semestre
Com informações de Davi Francisco Arcênio, representante do Comitê de Mobilização Social pela Educação do Rio de Janeiro

Inscrições do 7º Concurso Cultural do Instituto Ecofuturo são prorrogadas até 15 de julho

Alunos de ensino fundamental e médio e de Escolas de Jovens e Adultos (EJA), professores, profissionais de biblioteca e educadores sociais terão até 15 de julho para se inscrever na 7ª edição do Concurso Cultural “Ler e Escrever é Preciso”, promovido pelo Instituto Ecofuturo. As inscrições para o Concurso, que tem “Vamos cuidar da vida” como tema, podem ser feitas através do site do Instituto

Cerca de 70 mil escolas, 6 mil bibliotecas públicas e comunitárias e 800 organizações sociais em todo o Brasil foram convidadas a participar do Concurso. Entre as premiações, os autores das redações mais bem classificadas receberão notebooks e coleções de clássicos da literatura, além de certificados e troféus, e terão seus textos publicados em livro a ser lançado pelo Instituto Ecofuturo.

No site do Instituto, podem ser encontrados também o Passo a Passo para as escolas analisarem e selecionarem os textos mais expressivos e bem escritos que as representarão no Concurso, instruções sobre como participar, além da Biblioteca Virtual, espaço com diversos materiais de referência que conta com publicações inéditas, produzidas especialmente para o projeto.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

MEC forma mobilizadores sociais pela Educação em Jacareí (SP)

Educadores e conselheiros escolares participaram da Oficina
Conversar com os filhos sobre o que estão aprendendo na escola, conhecer os profissionais da unidade de ensino, acompanhar o processo de alfabetização das crianças para assegurar que elas estejam alfabetizadas até os 8 anos e matricular as crianças na educação infantil são algumas das ações que os mobilizadores de Jacareí (SP) devem continuar estimulando junto aos pais de alunos do município. Essas ações fazem parte do planejamento de trabalho elaborado durante a Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação realizada na cidade, nos dias 14 e 15 de junho.

Promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Jacareí, em parceria com o Ministério da Educação (MEC), a Oficina reuniu cerca de 80 participantes, entre diretores de escolas, professores, especialistas em Educação, pais, representantes de entidades e de associações de bairros, conselheiros escolares e tutelares, que foram envolvidos em discussões sobre a importância da interação família-escola-comunidade para a melhoria da qualidade da educação.
Professores Almir Santos, Sérgio Maia e João Roberto

Realizada no auditório da Semed/Jacareí, a atividade contou, ainda, com as presenças do Secretário Municipal de Educação de Jacareí, João Roberto de Souza; do assessor comunitário e presidente do Conselho Municipal de Educação, professor Almir Santos Gonçalves; da representante do projeto Parceria Votorantim pela Educação, Talita Grigorini da Silva; do conselheiro tutelar, Rodolfo José Serpa; e do conselheiro municipal de Educação, Adenilson Marins.

“Devemos reforçar a importância da participação de cada segmento representado no Conselho Escolar no processo de Mobilização Social pela Educação”, enfatizou o professor Almir Santos, durante a abertura da Oficina.

João Roberto enfatizou a gestão democrática e o incentivo à participação dos pais na vida escolar dos filhos como prioridades da Secretaria de Educação e das unidades de ensino municipais. “Há dois anos e meio, através do trabalho do professor Almir junto às escolas, todos os esforços têm sido destinados a essa causa. Nosso próximo passo é a construção do PDE Escola com a participação ativa do Conselho da Escola”, explicou o secretário de Educação.

Talita Grigorini falou sobre as ações de Mobilização Social desenvolvidas no município em conjunto com a Semed/Jacareí e que contam com o apoio da Fíbria, empresa do grupo Votorantim. Leia mais no Blog Educação.

Em alusão à lógica da Mobilização Social pela Educação de envolver segmentos sociais e públicos em uma rede de proteção às famílias, Rodolfo Serpa destacou que o Conselho Tutelar tem priorizado, em sua atuação, o diálogo com todos os segmentos envolvidos na defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Formação dos Mobilizadores

As exposições referentes à formação dos mobilizadores sociais pela Educação foram conduzidas, durante a Oficina, pelo representante do MEC, Sérgio Benedito Maia. Ele expôs dados sobre a Educação no País, destacando os desafios do ensino público brasileiro e as contribuições que a mobilização da sociedade e das famílias pode oferecer ao processo de melhoria da qualidade do ensino público.
 
Sérgio Maia ainda destacou as orientações contidas na cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e no Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE).

Qualidade da Educação e Interação família-escola-comunidade foram os temas que permearam as discussões em grupo promovidas durante a Oficina. Os participantes apresentaram sugestões para o planejamento das atividades que deverão realizar como o objetivo de desenvolver o PMSE em Jacareí. As ações programadas visam, entre outras finalidades, alcançar as metas estabelecidas pelo MEC para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do município.

Com informações de professor Almir Santos Gonçalves, mobilizador social pela educação em Jacareí.

Escolas de Bagé (RS) incentivam participação das famílias no cotidiano de estudo dos alunos

Pais e alunos da Emef Padre Germano
conhecem a história da instituição
Unidades de ensino da rede municipal de Bagé, Rio Grande do Sul, vêm inserindo a Mobilização Social pela Educação em seus eventos e aumentando a participação de pais de alunos nas atividades escolares. Nos dias 7 de junho e 20 de maio, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Padre Germano e a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Frederico Petrucci, respectivamente, deram exemplos de como as instituições de ensino podem incentivar a interação família-escola-comunidade.

Durante as comemorações dos 36 anos da Emef Padre Germano, os educadores da instituição apresentaram aos alunos e seus pais a trajetória da escola e como ela tem buscado, em parceria com as famílias e a comunidade, melhorar a qualidade do ensino oferecido. A atividade, realizada no dia 7 de junho, contou ainda com apresentações culturais desenvolvidas pelos alunos.

Mobilizadores distribuem a cartilha
em frente à Emei Frederico Petrucci
Em frente à Emei Frederico Petrucci, profissionais da escola e voluntários promoveram, no dia 20 de maio, a “Blitz do Carinho”, na qual os mobilizadores ressaltaram a importância do acompanhamento, por parte dos pais, do cotidiano escolar dos alunos. Na oportunidade, foram distribuídos exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos aos motoristas que passavam pelo local.

A cartilha da Mobilização também foi destaque durante o evento em homenagem ao Dia das Mães na Escola Frederico Petrucci. Em meio às atividades desenvolvidas em comemoração a data, os participantes discutiram o conteúdo da cartilha e receberam exemplares da publicação.

Com informações de Tanara Lucas, assessora de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Bagé, e de Luziara Xavier, diretora da Emef Padre Germano.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Educadores de Presidente Prudente (SP) discutem formas de melhorar a interação com as famílias

Profissionais da educação da rede municipal de ensino de Presidente Prudente (SP) participaram, no dia 9 de junho, de palestra sobre o tema “Parceria Família e Escola: possibilidades a serem compartilhadas no cotidiano escolar”, organizada pelo Setor de Ações Complementares à Educação (Sace) da Secretaria Municipal de Educação (Seduc). A atividade, que contou com o apoio de membros do Comitê de Mobilização local, teve como objetivo estimular a discussão sobre os benefícios da interação família-escola-comunidade e estabelecer novas estratégias de ação que aproximem familiares e educadores.

Realizado no Centro de Formação de Professores de Presidente Prudente (Ceforppe), o evento fez parte do Curso de Formação Continuada para Educador Infantil promovido pela Seduc. Durante a atividade, os educadores levantaram os desafios encontrados no relacionamento com as famílias dos alunos e discutiram formas de melhorar essa interação e aumentar a participação dos pais nas atividades propostas pelas escolas.

Para a integrante do Comitê de Mobilização de Presidente Prudente e assistente social da Seduc, Regina Ferreira Pinhal, a aproximação das escolas com as famílias dos alunos deve ser uma das missões das unidades de ensino. “Dentro da sua missão, a escola deve procurar mecanismos para envolver os pais e estabelecer uma parceria”, avalia a mobilizadora.

A educadora Maria José Silva Moreira, por sua vez, enfatiza o papel da escola não só na trajetória educacional dos estudantes, mas também na formação de cidadãos. “Depois da família, a escola é a que mais influencia no desenvolvimento da criança, por isso temos que olhar para cada uma delas com cuidado, pois o nosso papel não é somente o de cuidar, mas de prepará-los para o futuro”, pondera Maria José.

Leia mais sobre o evento no site da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente.

Com informações de Roberta Zorzetto, da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Presidente Prudente.